Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sensores descartáveis baseados em óxido de grafeno 3D, nanopartículas metálicas e polímeros molecularmente impressos para determinação de ácidos fenólicos em resíduos da fruticultura

Processo: 19/13818-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Nelson Ramos Stradiotto
Beneficiário:Edervaldo Buffon
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/22401-8 - Fruto-refinaria: processos de obtenção, métodos de caracterização e geração de produtos oriundos de resíduos da fruticultura, AP.TEM
Assunto(s):Eletroanalítica   Sensores eletroquímicos   Óxido de grafeno   Nanopartículas metálicas   Polímeros (materiais)   Compostos fenólicos   Fruticultura   Laranja   Banana   Resíduos sólidos

Resumo

A produção e o processamento de frutas são atividades importantes para a economia brasileira. Entretanto, o processamento de frutas gera grande quantidade de resíduos, que ao serem descartados em lugares inapropriados, ocasiona um grande problema ambiental. A laranja e a banana são as frutas mais produzidas e consumidas no território brasileiro, e os resíduos gerados pelo processamento dessas frutas são compostos majoritariamente de cascas, que, por sua vez, são ricas em ácidos fenólicos. Dentre os ácidos fenólicos encontrados nas cascas de banana e laranja, pode-se destacar os ácidos ferúlico, vanílico e p-cumárico, pois são utilizados pelas indústrias alimentícias, farmacêuticas e cosméticas para obter uma ampla variedade de produtos. Tendo em vista o reaproveitamento das cascas de banana e laranja, os ácidos fenólicos encontrados nesses resíduos podem ser extraídos e utilizados para obtenção de produtos de maior valor agregado, o que confere a essas substâncias um destino mais rentável e ambientalmente amigável. Nesse contexto, a caracterização das cascas de banana e laranja para o posterior reaproveitamento é de fundamental importância; assim, o objetivo desse projeto de pesquisa consiste no desenvolvimento de sensores eletroquímicos descartáveis baseados em óxido de grafeno 3D, nanopartículas metálicas e polímeros molecularmente impressos para determinação dos ácidos ferúlico, vanílico e p-cumárico nesses resíduos da fruticultura. (AU)