Busca avançada
Ano de início
Entree

A Matemática moderna para ensinar no primário (1960-1990): mudanças no saber profissional

Processo: 19/13630-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Wagner Rodrigues Valente
Beneficiário:Relicler Pardim Gouveia
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/15751-2 - A matemática na formação de professores e no ensino: processos e dinâmicas de produção de um saber profissional, 1890-1990, AP.TEM
Assunto(s):Educação matemática   Formação de professores   Ensino fundamental   São Paulo   Século XX

Resumo

Este projeto de pesquisa visa a elaboração de uma tese de doutorado, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação e Saúde na Infância e Adolescência, da Universidade Federal de São Paulo. Trata-se de uma pesquisa vinculada ao projeto temático FAPESP: "A Matemática na formação de professores e no ensino: processos e dinâmicas de produção de um saber profissional, 1890-1990". Visando contribuir com o projeto temático, assume-se nesta proposta a problemática de fazer uma incursão na história da educação matemática, por meio de um estudo dos saberes matemáticos considerados como elementos do saber profissional do professor das séries iniciais em tempo do Movimento da Matemática Moderna - MMM. Para nosso estudo, nos propomos analisar documentos orientadores da formação de professores, elaborados por organismos oficiais das secretarias de Estado e Municipal de São Paulo. O estudo mobilizará como categorias de análise os conceitos de "saber a ensinar" e "saber para ensinar" constructos teóricos utilizados por Hofstetter e Schneuwly (2017), também os conceitos de vulgata, cultura e disciplina escolar, desenvolvidos por André Chervel (1990), bem como as noções de apropriação e representação postas nos estudos de Chartier (1991). Pretendemos com esta pesquisa contribuir com uma reflexão sobre a mudança do saber profissional do professor que ensina matemática tendo em conta estudos sobre a profissão docente considerando as contribuições de autores como Nóvoa (1989; 1995), Bourdoncle (2000) e Machado (1995), no advento do que ficou conhecido como Movimento Matemática Moderna. Que novo saber profissional do professor que ensina matemática deve fazer parte de sua formação? (AU)