Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do esporte na disreflexia autonômica de pacientes com lesão da medula espinhal

Processo: 19/06944-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Alberto Cliquet Junior
Beneficiário:Laura Bellintani de Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/50253-0 - Aquisição de dados na avaliação clínica e modelagem biomecânica com inovações tecnológicas buscando a restauração de movimentos e o desempenho esportivo para pessoas com deficiências, AP.TEM
Assunto(s):Ortopedia   Traumatismos da medula espinal   Disreflexia autonômica   Tetraplégico   Exercício físico   Pressão sanguínea

Resumo

A Lesão Medular Espinhal (LME) causa a perda das funções motoras, sensitivas e autonômicas abaixo do nível lesado. O aumento do número de casos de LME, cuja principal causa são os acidentes de veículos motores, e o impacto social que essa condição causa torna o estudo sobre essa condição de extrema relevância. A LME traz mudanças fisiológicas e adaptações físicas para o individuo, como problemas cardiovasculares e aumento da pressão arterial devido a uma hiperativação do sistema nervoso simpático. A observação do aumento da pressão junto com a análise topográfica da retina pode ajudar a entender a alteração que ocorre na resposta simpática desses indivíduos. O objetivo do trabalho é analisar as alterações pressóricas em pacientes após realização de um esporte adaptado e, através da fotografia da retina desses indivíduos, obter mais um parâmetro. O projeto está integrado em uma colaboração internacional com a Vrje University Amsterdam e Inholland University. Ele foi baseado nos artigos e teses do Ambulatório de Reabilitação Raquimedular do HC UNICAMP (#30039), sob coordenação do Professor Titular A. Cliquet Junior, acrescido do trabalho com 20 praticantes de Rugby paraolímpico. Será aferida a pressão arterial basal dos indivíduos antes e após o exercício físico, e fotografado a retina desses para análise. (AU)