Busca avançada
Ano de início
Entree

Leprose dos citros: desenvolvimento e validação de escala de notas para avaliação de severidade

Processo: 19/20217-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Daniel Júnior de Andrade
Beneficiário:Marcelo Eduardo Mechi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Acarologia   Citricultura   Plano de manejo   Brevipalpus phoenicis   Brevipalpus yothersi

Resumo

A leprose dos citros é uma das mais importantes doenças para a citricultura das regiões tropicais e subtropicais do continente americano. A doença é causada pelo vírus Citrus leprosis virus (CiLV), tendo ácaros do gênero Brevipalpus como vetor. No Brasil, a leprose está presente em todas as regiões produtoras de citros e tem como principal vetor o ácaro Brevipalpus yothersi Baker (Acari: Tenuipalpidae). Para avaliação da severidade da leprose dos citros nos pomares é utilizada principalmente a escala proposta por RODRIGUES (2000). Essa escala é constituída de notas para a severidade da leprose dos citros que variam de zero (0) a (cinco) (5), mas, apesar de amplamente utilizada, ela nunca foi validada estatisticamente. O objetivo do presente trabalho será validar a escala proposta por RODRIGUES (2000) em condições de campo, caso esta escala apresente erros não aceitáveis, propor uma nova escala adaptada para obtenção de resultados acurados e reprodutíveis. Os experimentos estão sendo conduzidos no município de Taquaral, Estado de São Paulo, Brasil, onde encontram-se 3 talhões de laranja-doce Citrus sinensis (L.) Osbeck. Nos 3 talhões, a presença da leprose dos citros foi confirmada visualmente e cada talhão apresenta sintomas contrastantes da doença. Em cada talhão serão amostradas no mínimo 100 plantas. A partir dessas 100 plantas, dez plantas serão selecionadas ao acaso, e suas alturas, larguras e espaçamentos serão medidos e levados em consideração para então ser feita a estimativa da média do volume (m³) de copa das plantas. Os talhões estão sendo conduzidos em sistema de manejo convencional. A avaliação da presença, ausência e severidade de sintomas da leprose nas plantas de citros presentes em cada talhão será realizada por cinco avaliadores, os quais serão profissionais com experiência nesta atividade ou que foram previamente treinados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)