Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisando a idade do magmatismo máfico intrusivo na Província Magmática Paraná através de Geocronologia U-Pb de alta precisão

Processo: 19/24872-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 20 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 13 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Valdecir de Assis Janasi
Beneficiário:Brenda Chung da Rocha
Supervisor no Exterior: Urs Schaltegger
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Genève, Suíça  
Vinculado à bolsa:16/23266-4 - Idade e duração do magmatismo ácido na Província Magmática Paraná a partir de datações 40Ar-39Ar em sanidina e U-Pb em zircão e badeleíta, BP.PD
Assunto(s):Geocronologia

Resumo

A correlação temporal entre o componente intrusivo máfico de Grandes Províncias Ígneas (LIPs) e distúrbios climáticos globais levando à extinção em massa tem sido demonstrada para diversas LIPs (i.e. Siberian Traps, CAMP). A Província Paraná-Etendeka teve efeitos menos catastróficos, onde apenas uma pequena extinção marinha é registrada durante o evento de oceano anóxico (OAE) no Valanginiano. A liberação de gases de efeito estufa (CO2, CH4) durante a colocação de LIPs pode ser aprimorada pela interação de intrusões subvulcânicas (soleiras e enxames de diques) e rochas hospedeiras ricas em voláteis, como folhelhos ricos em matéria orgânica, carvão e evaporitos. O projeto proposto tem como objetivo determinar as idades de alta precisão U-Pb em zircão através da técnica CA-ID-TIMS em rochas intrusivas máficas da Província Magmática do Paraná (PMP), incluindo o Enxame de Diques de Florianópolis, Sills de Limeira e Jaguariúna, pegmatitos básicos correlacionados aos basaltos de Paranapanema, e soleiras correlacionadas aos basaltos Esmeralda (baixo Ti) e Pitanga (alto Ti). Esta proposta será realizada na Universidade de Genebra (Suíça), sob a supervisão do professor Urs Schaltegger. O estudo proposto complementará o conjunto de dados de alta precisão de rochas vulcânicas ácidas para permitir testes adicionais de correlação temporal do magmatismo da PMP com o Evento Valanginiano, e permitirá uma melhor compreensão do impacto ambiental do vulcanismo da PMP.