Busca avançada
Ano de início
Entree

Práticas Educativas Maternas e Paternas como Preditores de Habilidades Sociais e Problemas de Comportamento: estudo de Relato e Observação

Processo: 19/21708-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 08 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 30 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Alessandra Turini Bolsoni-Silva
Beneficiário:Jéssica Aline Rovaris
Supervisor no Exterior: Anne Marie Germaine Victorine Fontaine
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:16/01264-0 - Práticas educativas parentais de pais e de mães de crianças diferenciadas por sexo e escolaridade, considerando relato e observação, BP.DR
Assunto(s):Análise de regressão   Habilidades sociais

Resumo

Os problemas de comportamento infantis são considerados fatores de risco a saúde e desenvolvimento da criança. Por outro lado, as habilidades sociais são tidas como fator de proteção, saúde e bem-estar infantil. Há estudos recentes que buscaram investigar, no escopo das práticas educativas parentais, quais variáveis influenciavam diretamente a emissão de problemas de comportamento ou habilidades sociais pelas crianças.De modo geral, nestes estudos, as práticas negativas foram preditoras de problemas de comportamento e as práticas positivas de habilidades sociais. Além disso, as habilidades sociais foram identificadas como inversamente proporcionais aos problemas de comportamento. Considerando a relevância dos estudos preditivos para a elucidação das variáveis que mais influenciam os comportamentos infantis, considera-se importante pesquisas que busquem refinar os tratamentos estatísticos utilizados, bem como o aumento do controle das variáveis analisadas. Nessa direção, o objetivo deste estudo é, numa mesma amostra, elaborar modelos preditivos para problemas de comportamento e habilidades sociais infantis, que inclua práticas educativas maternas e paternas avaliadas por relato e observação.Participarão deste estudo 71 casais, mães e pais biológicos, que responderam aos questionários CBCL, RE-HSE-P e QRSH. Eles também foram filmados durante 15 minutos de interação com seus filhos numa situação lúdica. Os dados das filmagens foram tabulados e analisados segundo um protocolo de observação desenvolvimento a partir do RE-HSE-P.Pretende-se que tais análises sejam desenvolvidas em parceria com a Professora Doutora Anne Marie Fontaine, do Programa Doutoral em Psicologia da Universidade do Porto, por meio de um estágio no exterior. Os conhecimentos adquiridos permitirão a adoção de tratamentos estatísticos sofisticados, ainda pouco conhecidos e dominados pela presente bolsista. Vale citar que, o estabelecimento de uma parceria com a equipe da professora Doutora Anne Marie Fontaine, poderá viabilizar outras pesquisas entre a equipe da referida professora e o Laboratório de Aprendizagem, Desenvolvimento e Saúde (LADS), da Unesp.