Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução da qualidade ambiental durante o último século do Estuário de Santos (São Paulo - Brasil) baseada em uma análise de multi-indicadores

Processo: 19/22902-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 20 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 19 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Geológica
Pesquisador responsável:Silvia Helena de Mello e Sousa
Beneficiário:Márcio Santana dos Santos de Jesus
Supervisor no Exterior: Fabrizio Frontalini
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Università degli Studi di Urbino Carlo Bo, Itália  
Vinculado à bolsa:18/14161-0 - Evolução da qualidade ambiental no último século do Estuário de Santos, São Paulo, baseada em uma análise de multi-indicadores, BP.IC
Assunto(s):Ecossistemas marinhos   Foraminifera   Paleoecologia   Impactos ambientais   Qualidade ambiental   Estuários   Santos (SP)

Resumo

Foraminíferos bentônicos, organismos unicelulares, têm sido amplamente aplicados para a avaliação da qualidade ambiental em ecossistemas marinhos e de transição. Muitos estudos utilizam análises de vários indicadores (granulometria, metais e semimetais, razão de carbono orgânico total, carbono e nitrogênio) e aplicação de índices ecológicos em reconstruções paleoambientais. Os objetivos deste projeto são: (1) refinar a taxonomia de espécies amostradas a partir do testemunho coletado no estuário de Santos (sudeste do Brasil); (2) aplicar análises estatísticas que promovam o desenvolvimento de índices ecológicos aplicados aos dados bióticos de foraminíferos bentônicos; e (3) buscar adaptações para ambientes tropicais do Índice de qualidade ecológica (EcoQS). O refinamento da taxonomia, as análises exploratória estatística, a adaptação dos índices e a discussão dos resultados serão realizados no Departamento de Ciências Puras e Aplicadas da Università degli Studi di Urbino "Carlo Bo" (Itália), que é um departamento reconhecido internacionalmente pela pesquisa em reconstrução paleoambiental. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE JESUS, MARCIO S. DOS S.; FRONTALINI, FABRIZIO; BOUCHET, VINCENT M. P.; YAMASHITA, CINTIA; SARTORETTO, JULIE R.; FIGUEIRA, RUBENS C. L.; DE MELLO E SOUSA, SILVIA H. Reconstruction of the palaeo-ecological quality status in an impacted estuary using benthic foraminifera: The Santos Estuary (Sao Paulo state, SE Brazil). MARINE ENVIRONMENTAL RESEARCH, v. 162, DEC 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.