Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de diferentes protocolos de queima de glaze sobre a rugosidade superficial de blocos cerâmicos CAD/CAM, antes e após escovação simulada

Processo: 19/22745-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Edson Alves de Campos
Beneficiário:Giovana Pompeu Parrilha
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Restauração dentária   Escovação dentária   Rugosidade   Cerâmicas   CAD/CAM

Resumo

O sistema CAD/CAM empregado na Odontologia permite confeccionar restaurações indiretas, em um curto período de tempo e cimentá-las na mesma sessão clínica, sem a intermediação do laboratório de prótese. A cerâmica é uma opção que preenche as exigências estéticas, biológicas, mecânicas e funcionais de um material restaurador e atualmente há uma grande variedade de blocos cerâmicos CAD/CAM com propriedades, composição e indicações distintas. Para garantir a estética a longo prazo, a rugosidade de superfície é um fator a ser considerado, pois, superfícies rugosas são mais propensas à retenção de alimentos, favorecendo a formação do biofilme. Qualquer que seja o material utilizado em uma restauração, o mesmo está sujeito a desgaste por vários fatores, como a mastigação e escovação diária. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito de diferentes protocolos de queima do glaze (convencional e estendido) sobre a rugosidade superficial (Ra) de materiais restauradores CAD/CAM, antes e após escovação simulada. Serão utilizados os seguintes materiais: Cerâmica Feldspática (Cerec Blocs, Dentsply Sirona); Cerâmica Feldspática reforçada por Leucita (IPS Empress CAD, Ivoclar Vivadent); Cerâmica Di-silicato de lítio (IPS e-max CAD, Ivoclar Vivadent). Os espécimes serão submetidos a diferentes protocolos de glaze: convencional (G) - aplicação seguindo as recomendações dos fabricantes; estendido (E) - protocolo estendido de glaze; controle (C) - sem glaze. A rugosidade superficial será obtida antes e após escovação simulada, por meio de rugosímetro de contato. Os dados obtidos serão submetidos aos testes estatísticos adequados para sua forma de distribuição. (AU)