Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade da citocromo oxidase no cérebro de ratos idosos expostos a terapia de laser de baixa intensidade: um estudo histoquímica quantitativo

Processo: 19/24136-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Sérgio Gomes da Silva
Beneficiário:Fabrízio dos Santos Cardoso
Supervisor no Exterior: Francisco Gonzalez-Lima
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Campus da Sede Mogi das Cruzes. Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Texas at Austin (UT), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/16443-0 - Potencial terapêutico do laser de baixa intensidade no cérebro de ratos idosos, BP.DR
Assunto(s):Neurofisiologia   Cérebro   Idosos   Metabolismo energético

Resumo

A proporção de pessoas com mais de 60 anos de idade está aumentando mais rapidamente do que qualquer outra faixa etária em todo o mundo. Estima-se que, em 2025, a população idosa será de 1,2 mil milhões de pessoas. No Brasil, será de aproximadamente 30 milhões. No entanto, a longevidade tem sido acompanhada por vários casos de doenças neurológicas relacionadas à idade, como a doença de Alzheimer, a doença de Parkinson e outras. Além disso, durante o envelhecimento, têm sido observadas diminuições nas taxas metabólicas de glicose e oxigênio no cérebro. Por exemplo, tem sido observado mudanças na atividade da citocromo c oxidase (CCO), uma enzima mitocondrial responsável por reduzir o oxigênio na água, facilitando a transferência de elétrons na membrana mitocondrial, promovendo, portanto, mudanças nos níveis moleculares devido ao aumento do metabolismo celular. Assim, a busca por novas formas de tratamento e intervenção terapêutica tem sido de grande interesse para a comunidade médica. Nesse contexto, a terapia com laser de baixa intensidade (TLBI) tem se tornado uma terapia muito promissora, principalmente por seus efeitos neuroprotetores. Diversos estudos têm demonstrado os efeitos do TLBI, tais como, melhora da memória, aumento dos níveis de ATP, melhora da função mitocondrial e aumento da ativação neuronal (c-fos). Levando em consideração estes resultados, a análise histoquímica do metabolismo energético destes animais pode fornecer informações para compreender melhor os efeitos da TLBI no cérebro idoso. Portanto, este estudo tem como objetivo analisar a atividade da citocromo oxidase cerebral de animais adultos (4 meses de vida) e idosos (20 meses de vida) expostos a TLBI.