Busca avançada
Ano de início
Entree

Interactômica de PHY-PIF em tomateiro

Processo: 19/25708-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Maria Magdalena Rossi
Beneficiário:Ricardo Ernesto Bianchetti
Supervisor no Exterior: Andreas Hiltbrunner
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Freiburg, Alemanha  
Vinculado à bolsa:17/24354-7 - Efeitos da percepção da temperatura mediada por fitocromos na regulação do metabolismo de frutos de tomateiro via alteração epigenética, BP.PD
Assunto(s):Genética molecular vegetal   Interactoma   Fitocromo   Tomateiro   Tomate

Resumo

O tomateiro é uma espécie de grande importância nutricional e econômica. Uma vez que açúcares e metabólitos nutracêuticos são sintetizados nos plastídios, os fatores que regulam a abundância, estrutura e atividade plastidial afetam diretamente a qualidade nutricional dos frutos. Entre eles, luz e temperatura são fatores centrais que regulam a biogênese e a atividade desta organela. Nesse contexto, a manipulação da percepção e sinalização luminosa vem sendo explorada como uma ferramenta eficiente para alterar de forma simultânea as distintas classes de compostos com valor nutricional que são derivados do metabolismo plastidial em tomate. Recentemente, nosso grupo de pesquisa demonstrou que a temperatura afeta negativamente a carotenogênese em folhas e frutos de tomateiro em via dependente de PHYTOCHROME B2 (SlPHYB2), entretanto os mecanismos moleculares que controlam tais alterações ainda permanecem inexplorados. Estudos anteriores em Arabidopsis thaliana sugerem que AtPHYB desempenha papel na percepção de luz e temperatura, regulando respostas foto- e termo- morfogênicas nas plantas via alteração dos níveis do fator de transcrição PHYTOCHROME-INTERACTING FACTOR 4 (AtPIF4). Uma vez que SlPIF4 de tomateiro regula o desestiolamento de plântulas em resposta à temperatura, assim como a carotenogênese nos frutos, nós formulamos a hipótese que SlPHYB2 atua via regulação de SlPIF4 nas alterações do metabolismo de frutos via percepção de temperatura. Para testar a hipótese, será investigado as interações proteína-proteína entre PHYs e PIFs de tomateiro. Os resultados obtidos irão permitir uma compreensão melhor dos mecanismos moleculares que controlam as respostas mediadas por temperatura e favorecer o desenvolvimento de ferramentas biotecnológicas através da manipulação simultânea de PHYs e PIFs para resistência ao aumento de temperatura em plantas de interesse agronômico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)