Busca avançada
Ano de início
Entree

Circulação de fluidos em larga-escala em zonas de cisalhamento da Faixa Ribeira Meridional

Processo: 19/11839-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Frederico Meira Faleiros
Beneficiário:Luiz Eduardo Faria Coura Filho
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Geologia estrutural   Zona de cisalhamento   Inclusões fluidas   Deformação   Velocidade do fluxo dos fluidos   Petrografia   Espectroscopia Raman   Microtermometria

Resumo

Este projeto tem como objetivo a quantificação do fluxo de fluidos em larga-escala ao longo de zonas de cisalhamento da Faixa Ribeira Meridional, por meio de análises petrográficas, microtermométricas e de microespectroscopia laser Raman em inclusões fluidas aprisionadas em veios sintectônicos. Serão estudados veios coletados em contexto estrutural conhecido (eg., preenchendo fraturas extensionais, de cisalhamento, ou encaixados em foliações metamórficas, incluindo veios intensamente cisalhados e pouco cisalhados a indeformados), que permitirão estabelecer suas relações temporais com estruturas regionais e fases deformacionais. O estudo de inclusões fluidas será precedido de trabalhos de petrografia macroscópica e microscópica onde serão descritas as geometrias, estruturas e microestruturas internas dos veios. O trabalho petrográfico visa identificar veios com microestruturas de crescimento preservadas que possam ser atribuídas a diferentes mecanismos de abertura e preenchimento, e que possam preservar inclusões fluidas primárias que deverão registrar parâmetros relacionados à formação dos veios. Também pretende-se identificar veios dominados por microestruturas deformacionais que possam hospedar inclusões fluidas reequilibradas e registrar as condições atuantes durante a deformação ao longo das zonas de cisalhamento. O trabalho de microtermometria e espectroscopia Raman em inclusões fluidas permitirá caracterizar as composições e condições de pressão e temperatura de aprisionamento de inclusões fluidas primárias, pseudossecundárias, secundárias e reequilibradas, de modo a quantificar trajetórias metamórficas associadas aos regimes de fluidos. Serão utilizadas seções bipolidas já disponíveis de amostras coletadas em trabalhos anteriores e amostras que deverão ser coletadas em trabalhos de campo durante este projeto.