Busca avançada
Ano de início
Entree

(re)estabelecendo redes: raça, migração e comércio na comunidade Sírio-libanesa Nas Américas

Processo: 19/19901-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Maria Stella Martins Bresciani
Beneficiário:Renata Geraissati Castro de Almeida
Supervisor no Exterior: Barbara S Weinstein
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : New York University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/17947-1 - Patrícios em rede: a interferência dos imigrantes sírio-libaneses no processo de urbanização paulistana (1887-1928), BP.DR
Assunto(s):História urbana

Resumo

Esta proposta tem como objetivo apresentar um plano a ser desenvolvido como uma pesquisa através do BEPE (Estágio de Pesquisa no Exterior) da FAPESP para o nosso Doutorado em desenvolvimento na Universidade Estadual de Campinas, intitulado: "Patrícios em Rede: a interferência dos imigrantes sírio-libaneses no processo de urbanização paulistana (1887-1928)". Esta investigação pretende compreender a expansão da área urbanizada de São Paulo como produto da iniciativa privada em conjunto com a regulação do Estado. A pesquisa pretende, ao privilegiar a micro-história em diálogo com o processo macroscópico e territorial, estudar a biografia de alguns imigrantes importantes da comunidade sírio-libanesa entre os anos de 1887 e 1928, como a família Jafet e Rizkallah Jorge. Para tanto, é necessário investigar arquivos e bibliotecas nos Estados Unidos para obter dados especializados e bibliografia sobre a atuação desses atores sociais nos EUA, suas relações comerciais com o Brasil e o estado da arte sobre o tema dos imigrantes árabes no continente americano. Neste BEPE, esperamos, portanto, compreender melhor as relações entre EUA e Brasil, focalizando em três linhas de investigação: i) as trocas no campo sociológico da ideia de raça e do "lugar" dedicado aos sírios e libaneses; ; ii) as diferentes políticas criadas nesses dois países envolvendo o tema da imigração, e iii) a perspectiva historiográfica do transnacionalismo.