Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da técnica de análise de textura em imagens por ressonância magnética como uma nova ferramenta para o estudo de alterações do disco articular de articulações temporomandibulares em indivíduos portadores de cefaleia migrânea

Processo: 19/22315-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Radiologia Odontológica
Pesquisador responsável:Sérgio Lúcio Pereira de Castro Lopes
Beneficiário:Thais Mara Aparecida Monfredini
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Articulação temporomandibular   Cefaleia   Transtornos de enxaqueca   Ressonância magnética

Resumo

O Objetivo deste estudo será utilizar a técnica de análise de textura (AT), em imagens de ressonância magnética (RM), como ferramenta para identificar possíveis alterações no disco articular das articualções temporomandibulares (ATM) de indivíduos com cefaleia do tipo migrânea (MI), relacionado com desarranjos internos e comparando os valores fornecidos por esta técnica, com aqueles obtidos em um grupo controle de indivíduos sem cefaleia migrânea (grupo controle). Serão selecionados 80 exames de RM das ATM de arquivo, sendo 40 exames de indivíduos sem MI ou qualquer tipo de cefaléia (grupo controle) e 40 exames de RM de indivíduos diagnosticados como portadores de MI (grupo estudo), este diagnóstico foi realizado, de acordo com os critérios da International Classification of Headache Disorders (2004). Todos os exames de RM foram adquiridos com o mesmo protocolo, utilizando uma bobina de superfícies bilateral de 8,0cm de diâmetro, com imagens parassagitais látero-mediais, ponderadas em T1 e T2, em boca fechada e máxima abertura bucal. Serão analisadas, nas imagens em T1, por um avaliador previamente calibrado, a parecença de desarranjos internos, considerando-se a posição e a função do disco articular. Para a AT, serão utilizadas as imagens de RM ponderadas em T2, em boca fechada, sendo selecionados 03 cortes parassagitais consecutivos, e, por meio do software MaZda 3.20 (Institute of Electronics, Technical Universityof Lodz, Polônia), o disco articular será segmentado, com a ferramenta Draw Polygon, com o intuito de determinar a região de interesse (ROI), onde será feita a AT. Serão então calculados os parâmetros de textura, por meio da matriz de co-ocorrência. Os resultados serão tabulados e, para cada parâmetro de AT obtidos, será feita uma média dos três cortes analisados (lateral, central e medial). O dados serão submetidos ao teste de Shapiro-Wilks para avaliação da normalidade. Posteriormente, será usado o teste T (caso a distribuição seja normal), para estudo entre os valores oriundos da AT e aqueles relativo às análises dos desarranjos internos (deslocamento de disco e alteração da função de disco), ou pelo teste de Mann-Whitney Rank Sun caso a distribuição não seja normal.