Busca avançada
Ano de início
Entree

Analisando atividades de difusão científica pelas lentes dos estudos críticos animais, pedagogia crítica animal e teoria pós-humanista

Processo: 19/24811-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 13 de março de 2020
Vigência (Término): 12 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Luís Paulo de Carvalho Piassi
Beneficiário:Mariah Boratto Peixoto dos Santos
Supervisor no Exterior: Helena M Pedersen
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Gothenburg, Suécia  
Vinculado à bolsa:18/01574-4 - A fotografia de natureza e seus influxos nas concepções infantis acerca dos direitos animais, BP.IC
Assunto(s):Divulgação científica

Resumo

Associado ao Processo de Iniciação Científica Nº: 2018/01574-4, que discute, ética e criticamente, a relação humanos-natureza ao desenvolver atividades lúdicas de difusão científica usando representação fotográfica de animais, o presente projeto de pesquisa propõe um estágio internacional de quatro meses. Durante a execução do mencionado processo, os pesquisadores notaram a necessidade de uma compreensão mais profunda e extensa de três panoramas teóricos: Estudos Críticos Animais, Pedagogia Crítica Animal e Teoria Pós-Humanista. Esses estão alinhados à perspectiva não antropocêntrica desenvolvida pelo D.I.A.N., linha de pesquisa que contempla o trabalho aqui apresentado, e seriam extremamente úteis para o aprimoramento das atividades, discussões e análises propostas pelo grupo. Dada a necessidade, o projeto propõe quatro meses de estudos com a professora Dra. Helena Pedersen, a pesquisadora atualmente mais bem qualificada a trabalhar com as temáticas dos Estudos Críticos Animais e Pedagogia Crítica Animal. Essa é afiliada à área de pesquisa Educação para o Desenvolvimento Sustentável do Departamento de Estudos Pedagógicos, Curriculares e Profissionais da Universidade de Gotemburgo, na Suécia. As atividades desenvolvidas no Brasil e os dados previamente coletados serão apresentados e discutidos com a professora e seus colegas de departamento, que propiciarão um conhecimento teórico e prático essencial para a melhoria de futuros trabalhos. Ademais, o estágio ajudaria a suprir a falta de pesquisas científicas brasileiras relacionadas às teorias supracitadas, cruciais para o desenvolvimento de uma educação/difusão científica e ambiental crítica que aborde as questões sociocientíficas e socioambientais controversas presentes em nossa sociedade.