Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da via NF-8B nos efeitos da chalcona T4 sobre a osteoclastogênese in vitro

Processo: 19/15546-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Morgana Rodrigues Guimarães Stabili
Beneficiário:Giovani Cirelli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Osteoclastogênese   Expressão gênica   Bioatividade   Osteoclastos   NF-kappa B   Chalconas   Propriedades físico-químicas   Microscopia   Fluorescência   Técnicas in vitro

Resumo

Derivados chalcônicos são estruturas polifenólicas encontradas em plantas medicinais, com inúmeras atividades biológicas. Estes compostos possuem uma arquitetura molecular simples, permitindo modificações estruturais que podem alterar suas propriedades físico-químicas e aumentar significativamente a potência e duração de seus efeitos biológicos. De fato, diversos compostos chalcônicos sintéticos têm demonstrado grande efetividade no tratamento clínico de doenças inflamatórias e em patologias ósseas, como osteoporose e artrite reumatoide. Inibição da produção de citocinas pro-inflamatórias, regulação de vias de sinalização intracelular, e modulação da atividade de fatores de transcrição parece ser pelo menos parte dos mecanismos utilizados pelas chalconas para exercerem suas atividades anti-inflamatórias. Tendo em vista os efeitos biológicos destes compostos, nosso grupo de pesquisa avaliou a habilidade de um novo derivado chalcônico (Chalcona T4), de suprimir a expressão de mediadores relevantes na inflamação. A Chalcona T4 mostrou-se capaz de reduzir em mais de 90% a expressão gênica dos marcadores inflamatórios (Il-6, Tnf-±, Mmp-13) em macrófagos, mesmo quando utilizadas em baixas concentrações. Estes resultados, embora preliminares, sugerem que a Chalcona T4 pode atuar inibindo a osteoclastogênese, podendo ser eficiente no tratamento de doenças osteolíticas. É possível ainda, considerando o papel crítico de NF-8B sobre a expressão de genes pró-inflamatórios, bem como sobre a atividade e diferenciação de osteoclastos, que o possível efeito inibitório da chalcona sobre a osteoclastogênese envolva a modulação deste fator de transcrição. Com objetivo de investigar tais hipóteses, este estudo tem como objetivos específicos:Objetivo específico 1: Investigar os efeitos da chalcona T4 sobre a expressão de marcadores da reabsorção óssea, diferenciação e atividade de células precursoras de osteoclastos (RAW 264.7) estimuladas com RANKL. A expressão de alguns dos marcadores gênicos da osteoclastogênese serão observados comparativamente por RT-qPCR e o número de osteoclastos diferenciados, identificados em microscopia de fluorescência pela visualização de anel de actina contendo três ou mais núcleos. A atividade osteoclástica será determinada pela área de reabsorção em placas contendo material inorgânico. Objetivo específico 2: Avaliar a influência da via de sinalização NF-8B nos efeitos da chalcona sobre a diferenciação e atividade dos osteoclastos. RAW 264.7 serão tratadas com diferentes concentrações não citotóxicas da chalcona e/ou com o inibidor de NF-8B (Bay 11-7082) e então estimuladas com RANKL e utilizadas nos experimentos descritos acima (expressão gênica por RT-qPCR, contagem dos osteoclastos identificados por microscopia de fluorescência e atividade dos osteoclastos determinada por medição da área de reabsorção).