Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da dança na marcha habitual e marcha associada à tarefa cognitiva em idosos independentes da comunidade: ensaio clínico controlado, randomizado e cego

Processo: 19/15091-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Daniela Cristina Carvalho de Abreu
Beneficiário:Bárbara Soares Molina
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Dança   Idosos   Capacidade funcional   Promoção da saúde   Ensaio clínico controlado   Inquéritos e questionários

Resumo

Apesar dos prováveis benefícios da dança para diversos aspectos físicos, sociais, mentais e emocionais de idosos, são necessárias maiores evidências para consolidar a dança para a terceira idade como recurso terapêutico na promoção de saúde e reabilitação física de idosos. Assim, o objetivo do presente estudo será avaliar como a prática regular da dança pode interferir na marcha habitual e na marcha associada à tarefa cognitiva de idosos da comunidade. Para isso, 72 idosos da comunidade de ambos os sexos, serão randomizados em grupo dança (GD, n = 36) que realizará a intervenção com dança, duas vezes por semana, por 12 semanas; e grupo controle (GC, n = 36) que não receberá nenhuma intervenção durante as 12 semanas. Todos os participantes serão submetidos a uma avaliação inicial, reavaliação final após 12 semanas, e reavaliação de follow-up após 24 semanas da primeira avaliação. Todas as avaliações contarão com dados antropométricos (peso, altura, IMC), teste cognitivo (10-CS) e avaliação da marcha (habitual e associada a tarefa cognitiva), por meio do equipamento GaitRite Systems. As sessões de dança terão duração de cerca de 1 hora, sendo 10 minutos de aquecimento, 45 minutos de dança e 5 minutos de resfriamento. Ainda na avaliação inicial será realizado questionário sociocultural, demográfico e de curso de vida a fim de identificar quais fatores interferem na adesão à dança. Os resultados serão expressos em estatística descritiva (média, desvio-padrão e frequência). A comparação das variáveis da marcha entre os grupos será realizada por meio do software SPSS, versão 17, e será adotado nível de significância de 5% (p < 0,05). Será realizado o método de intenção de tratar, conforme recomendações do CONSORT e National Institutes of Health (NIH) Clinical Center. Ainda, será realizada correlação entre as características socioculturais, demográficas e de curso de vida com a adesão à dança.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOLINA, BARBARA SOARES; PORTO, JAQUELINE MELLO; SCUDILIO, GABRIELA MARTINS; COELHO, ANA CAROLINA; DE ABREU, DANIELA CRISTINA CARVALHO. Effects of a dance intervention on single and dual-task gait in community-dwelling older adults: a randomised controlled trial protocol. EUROPEAN JOURNAL OF PHYSIOTHERAPY, JUL 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.