Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos do microplástico glitter e do corante têxtil nas taxas de fotossíntese da Egeria densa (macrófita aquática submersa)

Processo: 19/19425-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marcela Bianchessi da Cunha Santino
Beneficiário:Luana Lume Yoshida
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Limnologia   Ecossistemas aquáticos   Fotossíntese   Macrófitas   Poluentes   Microplásticos   Egeria densa   Tratamento de águas residuárias   Modelos matemáticos

Resumo

O glitter, usualmente utilizado em cosméticos e confecções ornamentais, é classificado como um microplástico, sendo, portanto, um resíduo derivado do petróleo e fabricado em dimensões pequenas. Apresenta em suas composições diferentes metais, como alumínio e cobre, e interage amplamente com a biota do ecossistema de água doce devido suas diferentes propriedades individuais. Assim como uma grande parcela dos resíduos plásticos, o glitter pode alcançar os compartimentos aquáticos através das estações de tratamento de águas residuais, incapazes da retenção desses compostos devido ao tamanho reduzido. Além da poluição pelos microplásticos, o ecossistema aquático também é submetido ao despejo de efluentes de indústrias têxteis, o qual é constituído, dentre outras substâncias, corantes sintéticos, que também podem apresentar em sua composição alguns componentes metálicos. Estes rejeitos coloridos impedem que a radiação solar penetre o compartimento aquático ao reduzir a transparência da água, interferindo na atividade fotossintética. Consequentemente, pode comprometer o desenvolvimento de organismos, como as macrófitas aquáticas, que são extremamente valorosas no ecossistema aquático, visto que desempenham diversas funções, como ser base da cadeia alimentar e garantir o fluxo constante de nutrientes, portanto, devem ser preservadas. Nesse sentido, o presente estudo avaliará os efeitos do microplástico glitter e do corante têxtil nas taxas de fotossíntese da macrófita aquática Egeria densa, visando adquirir dados sobre o assunto pouco abordado.