Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta dos microrganismos fixadores de nitrogênio e solubilizadores de fósforo frente a cobertura do solo

Processo: 19/18557-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Fernando Dini Andreote
Beneficiário:Luana Bresciani
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia microbiana   Ecologia dos micro-organismos   Solubilização   Fósforo   Microbiologia do solo   Matéria orgânica do solo

Resumo

A cobertura permanente do solo é uma das três propriedades da agricultura conservacionista para melhorar a qualidade do solo e a sustentabilidade da produção agrícola. Para proteger os solos, a cobertura superficial pode ser realizada por resíduos de culturas ou culturas de cobertura, promovendo o aumento da matéria orgânica do solo, interferindo nas as características físicas e químicas do solo, e levando a alterações no comportamento microbiano. A comunidade microbiana do solo interage diretamente com a matéria orgânica presente, a qual serve como substrato para seu desenvolvimento. Como a maioria das coberturas do solo é caracterizada por material com alta razão carbono: nitrogênio, pode-se sugerir que ela impõe uma pressão seletiva na comunidade microbiana, estimulando alguns grupos, como os envolvidos na fixação biológica de nitrogênio (N) e fósforo (P). Com isso, este trabalho propõe quantificar tais efeitos utilizando dois sistemas agrícolas (cana e café), onde a resposta da comunidade total, e também N fixadores e solubilizadores P serão monitorados frente a situações contrastantes de cobertura do solo, ao longo de solo de seis profundidades (do topo até 30 cm). Será realizada a caracterização química dos solos, juntamente com a quantificação da atividade biológica (enzimas ²-glicosidase e fosfatase ácida), quantificação gênica (16S rRNA para bactérias, nifH para fixação biológica de nitrogênio e phoD para solubilização de fósforo) e diversidade microbiana (baseado em abordagens de sequenciamento de nova geração). Espera-se destacar a resposta da comunidade microbiana à cobertura do solo, principalmente observando os efeitos desse manejo sobre fixadores de nitrogênio e solubilizadores de fósforo, apoiando proposições mais assertivas de manejo do solo em uma agricultura de conservação. (AU)