Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do papel da proteína Nrf2 na regulação do metabolismo e controle redox em resposta a compostos naturais derivados de alimentos em células de Câncer de Próstata

Processo: 19/25582-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Fernando Moreira Simabuco
Beneficiário:Mariana Camargo Silva Mancini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/14818-9 - Estudo de alvos moleculares importantes para o controle do metabolismo em câncer: a via da mTOR/S6K com papel central, AP.JP2
Assunto(s):Biologia molecular   Fatores de transcrição   Metabolismo   Neoplasias da próstata   Estresse oxidativo   Serina-treonina quinases TOR   CRISPR-Cas9   Compostos fenólicos   Beterraba

Resumo

A proteína Nrf2 (Nuclear factor erythroid 2-related factor 2) é considerada um dos principais reguladores do estresse oxidativo que, uma vez ativado, desencadeia importantes alterações na expressão de diversos genes envolvidos na homeostase redox, metabolismo de drogas e celular, sobrevivência, proliferação celular, autofagia, degradação proteassomal, reparo do DNA e biologia mitocondrial. Vários estudos descrevem um papel preventivo de Nrf2 no Câncer, enquanto outros caracterizaram que a ativação do Nrf2 pode promover a progressão do Câncer, metástase e resistência a quimioterapia e radioterapia. A Nrf2 também tem um papel duplo na via mTOR, sendo ativada ou inibida por rapamicina, o que pode refletir seu papel ambíguo no Câncer. Por outro lado, tem sido demonstrado que o Nrf2 pode ativar a via mTOR, mostrando uma complexa relação entre essas duas proteínas importantes. Vários compostos naturais derivados de alimentos, dentre eles os compostos fenólicos, foram explorados por suas capacidades de prevenção ou inibição das células cancerígenas através da modulação da via de Nrf2. Este projeto tem como objetivo estudar a relação entre Nrf2 e a via da mTOR em resposta a compostos fenólicos derivados de extratos alimentares. Através da modulação da expressão de Nrf2, por superexpressão ou pelo knockout mediado por CRISPR/Cas9, avaliaremos como as células do Câncer de Próstata respondem aos extratos derivados de alimentos e compostos, tais como betanina e vitexina, extraídos da beterraba. Além disso, a modulação do Nrf2 pode ter impacto nas alterações metabólicas nas células cancerígenas mediadas pela sinalização da mTOR e também nas alterações do controle redox. Este projeto pode contribuir para um melhor entendimento do papel do Nrf2 na progressão do Câncer e sua relação com via mTOR/S6Ks. (AU)