Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de geotecnologias em saúde: análise espacial de fenômenos da vigilância de base laboratorial: Leishmanioses no Estado de São Paulo, Brasil

Processo: 19/22246-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:José Eduardo Tolezano
Beneficiário:Patricia Sayuri Silvestre Matsumoto
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50333-7 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Epidemiologia   Leishmaniose   Controle de doenças transmissíveis   Vigilância   Geotecnologias   São Paulo

Resumo

As Leishmanioses são um problema de saúde pública. Nos últimos anos, casos da doença têm aumentado em magnitude e expansão para novas áreas, acometendo a vida de animais e pessoas. Embora uma série de estudos laboratoriais tenham sido desenvolvidos, a doença ainda não foi controlada. As atividades de vigilância de base laboratorial, em diversos seguimentos, produzem dados e informações que não são explorados em sua completude. Diante disso, propomos a elaboração de um estudo integrado das Leishmanioses por meio da análise espacial e da aplicação de geotecnologias, buscando atitudes inovadoras no estudo da doença, em que se permita analisar contextos, perfis e padrões do processo saúde-doença. As ferramentas de análise espacial são capazes de criar consultas rápidas e apoiar a tomada de decisão de órgãos que lidam com as Leishmanioses no estado de São Paulo, auxiliando o instituto de pesquisa a alcançar excelência em pesquisa. (AU)