Busca avançada
Ano de início
Entree

Está o peróxido de hidrogênio envolvido na sinalização à longa distância responsável por ativar os mecanismos de aclimatação ao déficit hídrico?

Processo: 19/20339-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Lucas Aparecido Gaion
Beneficiário:Aline Dell Passo Reis
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias (FCA). Universidade de Marília (UNIMAR). Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia vegetal   Peróxido de hidrogênio   Escassez de água   Aclimatação   Tomateiro

Resumo

As plantas são organismos sésseis que devem perceber e responder a vários estímulos ambientais ao longo de seu ciclo de vida. Entre esses estímulos, o estresse causado pela seca vem se tornando o principal fator limitante à produção agrícola em todo o mundo. O déficit hídrico é percebido inicialmente pelas raízes, que deve sinalizar eficientemente a parte aérea e, assim, desencadear os mecanismos de aclimatação à seca. Por isso, a fim de avaliar o papel do peróxido de hidrogênio (H2O2) na comunicação entre a raiz e a parte aérea durante o déficit hídrico, o tomateiro (Solanum lycopersicum L.) cultivar Micro-Tom (MT) será tratado de maneira exógena com H2O2 e catalase (CAT - enzima responsável por converter o H2O2 em H2O e O2), e cultivado sob condições irrigada e de déficit hídrico. Plantas serão cultivadas em vasos com capacidade de 500 mL em esquema com raízes divididas, por sua vez, os tratamentos químicos, H2O2 e CAT, serão aplicados juntamente com a água no último dia antes da imposição do déficit hídrico. Por sua vez, o déficit hídrico será induzido pela suspensão da irrigação. Posteriormente, serão feitas avaliações de crescimento, extravasamento de eletrólitos e relações hídricas. Além disso, um segundo ensaio utilizando folhas destacadas será realizado para avaliar a perda de água foliar em resposta ao tratamento com H2O2 e CAT. (AU)