Busca avançada
Ano de início
Entree

Sobre a corrosão em vigas de concreto armado: estudo comparativo entre diferentes modelos de previsão da difusão no concreto e seus efeitos na degradação da resistência mecânica considerando a teoria da confiabilidade

Processo: 19/26469-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Caio Gorla Nogueira
Beneficiário:Lucas Yoshio Matsuo Hashimoto
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Estruturas de concreto   Durabilidade   Corrosão   Concreto armado   Resistência mecânica   Teoria da confiabilidade   Estudo comparativo   Modelos matemáticos

Resumo

Estruturas em concreto armado são sistemas muito utilizados no mundo atualmente, devido ao seu baixo custo relativo, boa resistência estrutural, boa adequação às formas impostas e boa durabilidade em ambientes de baixa agressividade ambiental. Contudo, à medida que a agressividade aumenta, como no caso de grandes cidades industrializadas e/ou regiões costeiras, a durabilidade dessas estruturas pode ser afetada por ataques de agentes químicos. Dentre os diversos agentes químicos que atacam as estruturas de concreto, os íons cloreto, via processo de difusão no interior do concreto, é o principal agente causador da perda de durabilidade, uma vez que inicia a corrosão das armaduras. A corrosão é um processo físico-químico complexo influenciado por diversos parâmetros de difícil controle e supervisão, o que mostra a dificuldade de sua modelagem. Ademais, vários parâmetros referentes à corrosão têm grandes incertezas inerentes aos seus valores, dificultando a representação realista do fenômeno. Dentro desse contexto, existem diversos modelos utilizados para quantificar e modelar esse fenômeno. Com base nisso, este trabalho apresenta o estudo da corrosão de armaduras e sua importância no estudo da durabilidade de vigas de concreto armado, por meio de modelos distintos de avaliação do coeficiente de difusão de cloretos no interior do concreto distintos. Esses modelos são comparados entre si numa abordagem determinística para a determinação das concentrações de cloretos no concreto, bem como segundo uma abordagem probabilística, via Teoria da Confiabilidade, na avaliação da probabilidade de início da corrosão em vigas de concreto armado. Após iniciada a corrosão, as vigas também serão avaliadas probabilisticamente quanto à deterioração no tempo de sua capacidade resistente ao momento fletor e a força cortante, também a partir da consideração das incertezas nos parâmetros dos materiais. (AU)