Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da dieta na microbiota intestinal do teor de ceco de animais monogástricos

Processo: 20/00239-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 18 de março de 2020
Vigência (Término): 17 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Aline Silva Mello Cesar
Beneficiário:Julia Dezen Gomes
Supervisor no Exterior: Mark Wesley Schilling
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: Mississippi State University (MSU), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/26816-0 - Efeito da adição de ácido oléico na dieta de suínos sobre o perfil da resposta imunológica e de ácidos graxos de diferentes tecidos, BP.IC
Assunto(s):Biologia molecular   Trato gastrointestinal   Microbioma gastrointestinal   Digestão   DNA   RNA ribossômico 16S

Resumo

O trato gastrointestinal de animais monogástricos é composto predominantemente por bactérias, formando um sistema complexa e dinâmico. A microbiota intestinal age em simbiose com o hospedeiro, regulando eficiência absortiva, tempo de permanência do bolo alimentar no trato, aproveitamento de alguns nutrientes pouco digestíveis pelas enzimas endógenas do animal, maturação intestinal, antagonismo contra patógenos, reforço da integridade intestinal, modulação da imunidade e desintoxicação de certos compostos. Surge assim a necessidade de maior conhecimento da microbiota habitante do trato. A complexidade no estudo da população microbiana está relacionada ao fato de que existe um número não conhecido de espécies de bactérias no trato gastrointestinal das aves, sendo que a grande maioria das que colonizam o ceco não são cultiváveis. O DNA contém todas as informações necessárias para a identificação de uma bactéria, e permite entender como funcionam os mecanismos de adaptação e resposta das comunidades bacterianas a situações adversas. Assim, nossos objetivos são obter o conteúdo de ceco de animais monogástricos, avaliar o impacto da cepa genérica e do regime de alimentação na microbiota intestinal do conteúdo de ceco. Assim como, extrair o DNA da comunidade microbiana das amostras cecais, construir as bibliotecas, sequenciá-lo e usar ferramentas de bioinformática e abordagem estatística para analisar os resultados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)