Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise tafonômica básica de Cloudina e Corumbella, Formação Tamengo (Ediacarano), Grupo Corumbá, Brasil

Processo: 19/24230-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Juliana de Moraes Leme Basso
Beneficiário:Bianca Alessandra de Faria
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/06114-6 - O Sistema Terra e a evolução da vida durante o Neoproterozoico, AP.TEM
Assunto(s):Paleontologia   Tafonomia   Petrografia   Biomineralização   Rochas sedimentares   Microscopia eletrônica de transmissão

Resumo

Um estudo de tafonomia para os metazoários ediacaranos da Formação Tamengo (Ediacarano), é aqui proposto. O estudo tem por objetivos: a análise tafonômica básica, com ênfase para a bioestratinomia e b- correlação dos dados tafonômicos, com outros de natureza sedimentar e estratigráfica, com a finalidade de interpretar os processos responsáveis pela gênese dos depósitos onde os fósseis estão preservados. Cloudina é um fóssil ediacarano que representa um dos primeiros animais capazes de realizar esqueletogênese biomineralizada. Esse organismo é definido por concha cônico-tubular, ocorrendo, quase sempre, em rochas carbonáticas. Corumbella é interpretado como um fóssil ediacarano com carapaça orgânica/biomineralizada encontrado nos pelitos da Formação Tamengo. Para a descrição das assinaturas tafonômicas básicas serão utilizadas análises petrográficas, análises de microscopia eletrônica de varredura e de esteriomicroscópio. O estudo tafonômico dos organismos ediacaranos, capazes de produzir carapaça biomineralizada, como Cloudina e Corumbella, podem ser empregados como ferramenta na análise paleoambiental e estratigráfica, podendo fornecer dados a respeito do ambiente por eles colonizados ou preservados (e.g. energia do meio, taxa de sedimentação) com importantes implicações paleoecológicas.