Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação sanitária em sirênios (Trichechus inunguis e Trichechus manatus manatus) brasileiros: investigação da infecção por micobactérias

Processo: 19/22415-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Lara Borges Keid
Beneficiário:Luiza Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças transmissíveis   Processos microbiológicos   Sirênios   Mycobacterium   Trichechus manatus   Trichechus inunguis   Inspeção sanitária   Avaliação

Resumo

Os sirênios são mamíferos aquáticos de distribuição tropical e subtropical. No Brasil, o peixe-boi-daamazônia(Trichechus inunguis) é endêmico da Bacia Amazônica e o peixe-boi-marinho (Trichechus manatusmanatus) ocorre na costa Atlântica oeste. São espécies classificadas como vulneráveis quanto ao risco deextinção, ameaçadas principalmente por pressões antrópicas, como caça ilegal, captura acidental em redesde pesca, redução e poluição de habitats. O plano de conservação de sirênios brasileiros contempla, dentresuas ações, o resgate, a reabilitação em cativeiro e a reintrodução de espécimes em ambiente natural. Nestecontexto, a ocorrência de enfermidades transmissíveis pode assumir papel de relevância, por comprometera saúde de animais em cativeiro durante a reabilitação ou por possibilitar a introdução de enfermidades transmissíveis em ambiente natural. Dentre as enfermidades infecciosas de relevância em mamíferos aquáticos, pode-se destacar as micobacterioses, que veem sendo associadas a quadros patológicos comcomprometimento dos sistemas respiratório, digestivo e cutâneo de várias espécies. Contudo, informações sobre a ocorrência de micobacterioses em sirênios brasileiros são escassas. A presente proposta tem como objetivo investigar a ocorrência de infecções por Mycobacterium em sirênios brasileiros, oriundos de centrosde resgate e reabilitação localizados nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. O diagnóstico será baseado no cultivo microbiológico de fragmentos de órgãos de animais que vieram a óbito ou de swabs nasais de animaisvivos. A identificação da espécie bacteriana isolada será baseada no sequenciamento parcial do genecodificador da proteína de choque térmico de 65kDa. A proposta poderá trazer informações importantes quanto à frequência de ocorrência das infecções e a sua associação com quadros patológicos apresentados pelos animais. Ainda poderá auxiliar no futuro estabelecimento de protocolos de diagnóstico e na proteção da saúde de indivíduos envolvidos na manipulação destes animais. (AU)