Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do impacto do tratamento cirúrgico no desempenho motor e qualidade de vida de pacientes com epilepsia

Processo: 19/23316-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Clarissa Lin Yasuda
Beneficiário:Maria Julia Mendes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Neurologia   Epilepsia   Desempenho motor   Cirurgia   Fármacos   Neuroimagem   Qualidade de vida

Resumo

A epilepsia constitui uma das condições neurológicas mais comuns na população mundial, acometendo indivíduos de todas as idades e apresentando impactos neurobiológicos, cognitivos, psicológicos e sociais na vida daqueles que a apresentam, principalmente em vista de seu caráter crônico. O tratamento medicamentoso da epilepsia propicia melhora na qualidade de vida de grande número de pacientes, permitindo controle das crises para a maioria dos pacientes. Cerca de 30% dos pacientes epiléticos, no entanto, não alcançam sucesso terapêutico como uso de drogas antiepiléticas, quadros descritos como de farmacoressistência. Em tais casos, o tratamento cirúrgico pode constituir uma benéfica opção seguindo critérios a investigação multimodal e a adequada avaliação individual de riscos e benefícios. Frente à importância epidemiológica da doença, as consequentes alterações cognitivas em pacientes já são objeto de amplo estudo. Em contrapartida, os impactos motores da doença e das drogas antiepiléticas ainda se mostram pouco explorados, apesar de estudos de neuroimagem demonstrarem alterações estruturais em substância branca e cinzenta envolvendo regiões cerebrais motoras em pacientes com epilepsia. A avaliação do desempenho motor em pacientes com epilepsia fármaco resistente submetidos a tratamento cirúrgico pode constituir importante instrumento na elucidação acerca da influência da cirurgia sobre as sugeridas alterações motoras. Tal avaliação pode ser realizada através de testes motores selecionados tais como: o "Teste dos Nove Pinos" e o "Teste de Caixa e Blocos" permitem a avaliação da destreza manual dos pacientes. A "Torre de Hanói", por sua vez, permite a avaliação de funções executivas e o "Teste de Cubos de WAIS" pode ser utilizado para avaliar a habilidade viso espacial. Ademais, o acompanhamento de pacientes antes e após a realização da cirurgia como proposto no presente estudo se mostra oportuna fonte de informação da influência da doença e do tratamento cirúrgico sobre importantes aspectos relacionados à qualidade devida como funcionalidade sexual, ansiedade e depressão. (AU)