Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da eficácia de CrataBL para a reversão da heparinização

Processo: 20/00360-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Maria Luiza Vilela Oliva
Beneficiário:Vinícius Goulart Nardelli
Instituição-sede: Instituto Nacional de Farmacologia (INFAR). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/06630-7 - Fragmentos derivados de proteínas com seletividade para inibição de enzimas de mamíferos e micro-organismos e seu papel como agente anti-inflamatório, antimicrobiano, antitrombótico e antitumoral: mecanismo de ação, AP.TEM
Assunto(s):Trombose   Coagulação   Heparina   Hemostasia   Modelos animais de doenças

Resumo

Estudos com a proteína bifuncional CrataBL mostraram que esta proteína prolonga o tempo do teste de tromboplastina parcialmente atividade (TTPa) por influenciar na via intrínseca da coagulação, e em adição ela inibe o efeito da heparina sobre a mesma via sugerindo que a interação da CrataBL com a heparina neutraliza seus efeitos anticoagulantes. Ainda ao contrário da heparina, a CrataBL não influenciou nem o tempo de protrombina (TP) quanto o tempo de trombina (TT), mas prejudicou a potencialização da antitrombina III induzida por heparina (Salu, et al 2014). Esses achados justificam para o início dos estudos sobre os efeitos da CrataBL em modelos animais experimentais de trombose arterial, a fim de avaliar seu potencial como uma possível droga antitrombótica. Além disso, sua ação inibitória sobre os efeitos anticoagulantes da heparina indicam a CrataBL como uma possível alternativa para o tratamento antitrombótico sem causar um estado hemorrágico no paciente. Outra possível aplicação envolve uma reversão dos efeitos anticoagulantes da heparina em casos de hemorragia excessiva sem causar demasiados efeitos colaterais. Assim, esse projeto tem como objetivo investigar a interação CrataBL e heparina em modelo experimental de trombose arterial buscando entender o mecanismo de interação e a reversão do estado anticoagulante em (animais) heparinizados. (AU)