Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas multifuncionais para liberação de siRNA no tratamento de doenças dérmicas: estudos em modelos in vitro e in vivo de Psoríase induzida

Processo: 19/27801-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Marcio José Tiera
Beneficiário:André Miguel Martinez Junior
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia genética   Nanopartículas multifuncionais   Nanopartículas de ouro   Quitosana   Acetilação   Psoríase   RNA interferente pequeno

Resumo

O presente projeto tem como proposta desenvolver nanopartículas multifuncionais buscando-se o tratamento de doenças da pele e está fundamentado em estudos prévios. Nesse estudo serão utilizadas nanopartículas poliméricas e nanopartículas híbridas de ouro-policátions para liberação de siRNA visando a redução da expressão de citocinas (TNF-alfa e IL-17) associadas ao desenvolvimento da Psoríase, uma doença inflamatória crônica que se manifesta na pele e/ou articulações dos pacientes e afeta até 3% da população mundial. A composição dos nanocarreadores poliméricos (de siRNA) baseados em quitosana, isto é, o conteúdo de diisopropiletilamina (DIPEA) e a acetilação, foram selecionados com base em estudos in vitro utilizando-se células HeLa e macrófagos RAW, tendo sido suas citotoxicidades e eficiências de transfecção previamente avaliadas. Desta forma, temos como objetivo aprimorar ainda mais a eficiência dos vetores obtidos ao (i) manter proporções específicas de acetilação na quitosana e (ii) associar os policátions à nanopartículas de ouro (5-20 nm), visando o aumento da eficiência de condensação de siRNA, a redução das dimensões dos nanovetores (favorecendo o transporte transdérmico) e a obtenção de nanoplataformas responsivas a estímulos intracelulares. A realização do projeto envolve a síntese e caracterização físico-quimica/biológica dos policátions e nanovetores, seguido pelo silenciamento de agentes pró-psoríaticos em equivalentes de epiderme humana (pele 3D) e em modelo in vivo (ratos) de Psoríase induzida via Imiquimod. Seu desenvolvimento será realizado pelo aluno de doutorado André Miguel Martinez Junior (UNESP - IBILCE), que vem adquirindo experiência na formulação e caracterização de vetores não virais baseados em quitosana, bem como na aplicação in vitro dos mesmos. O projeto contará com a colaboração do Prof. Dr. Antônio Cláudio Tedesco (USP - FFCLRP) e da Prof.ª Dr.ª Vera Aparecida de Oliveira Tiera (IBILCE - UNESP) e será co-supervisionado pelo Prof. Dr. Júlio Cesar Fernandes (Université de Montréal - Hôpital du Sacré-CSur, Canada), cujas equipes auxiliarão nos estudos com pele 3D e nos estudos de transfecção in vivo. (AU)