Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas de sílica conjugadas com peptídeos zwitteriônicos para melhores propriedades em aplicações em nanomedicina

Processo: 19/26789-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Mateus Borba Cardoso
Beneficiário:Gabriela Borba Mondo
Supervisor no Exterior: Marc R. Knecht
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Miami, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/16905-0 - Correlação entre a presença da coroa de proteínas e a atividade biológica de nanopartículas de sílica, BP.DD
Assunto(s):Nanomedicina   Nanopartículas   Ensaio clínico   Coroa de proteína   Química coloidal

Resumo

Apesar das inúmeras publicações da eficiência de nanopartículas na nanomedicina, poucas nanoformulações encontram-se em ensaios clínicos ou aplicações comerciais. Este obstáculo está associado a estabilidade coloidal e a formação da coroa de proteínas uma vez que as nanopartículas são inseridas em meio biológico. Peptídeos zwiteriônicos tem sido sugeridos como recobrimentos de superfície de nanopartículas para oferecer alta estabilidade coloidal e evitar a formação da coroa de proteínas. Neste trabalho propõe-se o desenvolvimento de nanopartículas de sílica conjugadas com distintos peptídeos zwiteriônicos, com o objetivo de produzir nanopartículas coloidalmente estáveis em diferentes meios fisiológicos e que conseguem suprimir a adsorção não-específica de proteínas. A estabilidade coloidal e propriedades anti-coroa preditas para estas nanopartículas conjugadas com peptídeos zwiteriônicos fará destas candidatos promissores para aplicações em nanomedicina. (AU)