Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas formulações para o problema de minimização de pilhas abertas e correlatos

Processo: 20/00747-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Pesquisa Operacional
Pesquisador responsável:Horacio Hideki Yanasse
Beneficiário:Mateus Pereira Martin
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/01860-1 - Problemas de corte, empacotamento, dimensionamento de lotes, programação da produção, roteamento, localização e suas integrações em contextos industriais e logísticos, AP.TEM
Assunto(s):Otimização matemática   Modelos matemáticos   Problemas de sequenciamento de padrões de corte

Resumo

Neste projeto de pesquisa pretende-se investigar o Problema de Minimização de Pilhas Abertas (do inglês, Minimization of Open Stacks Problem - MOSP). Esse problema surge no contexto de sistemas de manufatura em que objetos são cortados para produzir itens diante de padrões de corte. Quando se inicia a produção de um tipo de item, abre-se uma pilha que somente é fechada após a produção da última cópia desse tipo de item. O MOSP consiste em sequenciar os padrões de corte de maneira a minimizar o número de pilhas abertas, e assim indiretamente reduzir os custos de produção, mão-de-obra e maquinário. Neste novo estudo, pretende-se desenvolver e explorar novas formulações para o MOSP baseadas em fluxo com múltiplas comodidades, e restrições adicionais. De nosso conhecimento, não há na literatura nenhum trabalho que aborda o MOSP como um problema de fluxo com múltiplas comodidades. Acreditamos que estas formulações possam ser desenvolvidas e que, com elas, sejamos potencialmente capazes de gerar limitantes inferiores mais fortes comparativamente aos dos modelos já existentes na literatura, assim como resolver instâncias maiores do problema. (AU)