Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações da biodiversidade do solo induzidas pela expansão de cultivo de cana-de-açúcar sobre áreas de pastagem extensiva

Processo: 19/16764-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Maurício Roberto Cherubin
Beneficiário:Beatriz da Silva Vanolli
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Qualidade do solo   Uso do solo   Manejo do solo   Cultivos agrícolas   Cana-de-açúcar   Micro-organismos

Resumo

A expansão do cultivo de cana de açúcar sobre áreas de pastagem degradas tem sido um dos principais cenários de mudança de uso de terra (MUT) na região centro-sul do Brasil. No entanto, essa conversão pode resultar em impactos negativos na biodiversidade do solo, e as múltiplas funções e serviços associados a estes organismos. Diante disso, este projeto objetiva avaliar as alterações na biodiversidade do solo induzidas pela expansão de cultivo de cana-de-açúcar sobre áreas de pastagem extensiva. Serão estudadas dois locais no estado de São Paulo, com textura do solo contrastante, que apresentam cronossequências de mudança de uso da terra que incluem: i) mata nativa, ii) pastagem degradada, ii) canavial recém implantado sobre área de pastagem (cana-planta); e iv) canavial consolidado (cana-soca). Foram coletados monólitos (25 x 25 x 10 cm) e amostras de solo deformadas nas profundidades 0-10, 10-20, 20-30 cm para avaliação da macro- e mesofauna do solo e dos microrganismos, respectivamente. Próximo de cada ponto de coleta, instalou-se armadilhas de queda para avaliação da macrofauna epígea das áreas. Serão quantificados e identificados os invertebrados da macro- edáfica, epígea e mesofauna com a auxílio do microscópio estereoscópico. Os microrganismos (i.e., bactérias, archea e fungos) serão quantificados por meio da técnica de qPCR e biomassa microbiana. Após extração e identificação dos organismos, serão determinados a abundância total de organismos, riqueza taxonômica e índice de diversidade de Shannon (H'). Este trabalho contribuirá para melhor compreensão dos impactos da expansão da cultura de cana-de-açúcar sobre a biodiversidade do solo e ainda, as informações geradas servirão de parâmetros para mensurar e compor avaliações integradas de qualidade dos solos e provisão de serviços ecossistêmicos. (AU)