Busca avançada
Ano de início
Entree

'Arqueologia' da influência de Paulo Freire no campo da urbanização de favelas: os casos de Recife (PE) e Diadema (SP)

Processo: 19/04945-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Métodos e Técnicas do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Caio Santo Amore de Carvalho
Beneficiário:Flávia Tadim Massimetti
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/13365-3 - CoPOlis - co-produção social da cidade e ciência cidadã: uma perspectiva comparada sobre classe trabalhadora e bairros precários na França e no Brasil, AP.TEM
Assunto(s):Favelas   Urbanização   Assentamentos humanos   Método Paulo Freire   Recife (PE)   Diadema (SP)

Resumo

A pesquisa se propõe a discutir como a abordagem freiriana dialógica foi traduzida em práticas de urbanização de favelas no Brasil. Para tanto, o projeto partirá de estudos de caso de práticas implementadas em experiências pioneiras em governos locais das cidades de Recife (PE) e Diadema (SP). Nos casos selecionados, a abordagem citada e o próprio pedagogo contribuíram diretamente na formação de arquitetos e trabalhadores sociais para a prática em favelas, que tiveram como premissa o exercício de diálogo com os moradores de assentamentos que seriam objeto de ação estatal.O estudo pretende recuperar a história da atuação deste importante educador, que influenciou vários campos disciplinares do saber e das políticas públicas. Na presente proposta, o foco reside na sua incidência sobre o campo da habitação social no país, mais especificamente no que tange intervenções em assentamentos precários, matéria pouco explorada na literatura acadêmica sobre a influência freiriana de cunho progressista e militante, e por isso aqui intitulada de 'arqueologia'. Note-se que essa influência se deu no Brasil em um contexto de redemocratização, com abertura para políticas públicas de cunho participativo, concomitante à luta pela implementação da agenda do movimento de reforma urbana. A pouca literatura sobre o tema, a necessidade de investigação meticulosa e baseada na história oral de sujeitos que vivenciaram estas práticas, enseja o interesse pela busca de uma memória que se encontra no momento fragmentada e pouco documentada no país. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)