Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento eletroquímico de hemiésteres do ácido carbônico em meio aquoso

Processo: 19/22126-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Lucio Angnes
Beneficiário:Berlane Gomes Santos
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/13137-5 - Formação e propriedades de hemiésteres do ácido carbônico em meio aquoso, AP.TEM
Assunto(s):Eletroanalítica   Eletroquímica   Ácido carbônico

Resumo

No final da década passada, foi identificada acidentalmente a formação de monoetil carbonato ao investigarmos soluções aquo-etanólica de NaHCO3. Nossa surpresa com essas observações tornou-se ainda maior ao se constatar que os monoalquil carbonatos (MACs), já descritos no início do século passado, têm sido basicamente ignorados por pesquisadores de diversas áreas nas quais condições propícias para a formação destes hemiésteres sejam encontradas. Por isso, esse projeto tem como objetivo, estudar a formação do monoalquil carbonatos a partir da reação de álcoois e CO2 utilizando métodos eletroquímicos. Os resultados da tese oriunda deste projeto ajudarão a elucidar os processos eletroquímicos que ocorrem na formação dos MACs. Para o estudo eletroquímico dos MACs serão desenvolvidos eletrodos/sensores quimicamente modificados com metais nobres depositados (Pt, Pd, Ir e Ru) e seus óxidos, metais de transição (Ni, Co, Cu, Mn) eletrodepositados (serão exploradas as deposições dos metais individuais ou misturas de metais) bem como na forma de nanopartículas na forma dos hidróxidos simples e duplos ou triplos, envolvendo Ni, Cu, Co, Mn e V. (AU)