Busca avançada
Ano de início
Entree

Peptídeos cíclicos de plantas brasileiras: isolamento, caracterização estrutural, síntese e avaliação de atividades biológicas

Processo: 19/26550-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2020
Vigência (Término): 11 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Mario Sergio Palma
Beneficiário:Antonio Fernández Bobey
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/16212-5 - Proteopeptídeos naturais da fauna, flora e microbiota brasileira como potenciais modelos para o desenvolvimento racional de novos fármacos de uso terapêutico: isolamento, elucidação estrutural, síntese química e ensaios de atividade funcional, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Produtos naturais   Peptídeos cíclicos   Ciclotídeos   Violaceae   Pragas de plantas   Síntese de peptídeos   Cromatografia

Resumo

Alguns táxons de angiospermas biossintetizam substâncias bastantes peculiares conhecidas como ciclotídeos. A pesquisa sobre esta classe de produtos naturais em espécies da biodiversidade brasileira constitui um tema de investigação científica de vanguarda, com poucos grupos de pesquisa brasileiros inseridos nesta área. Os ciclotídeos apresentam potentes atividades inseticida, anti-helmíntica e moluscicida, o que faz acreditar que sua função biológica esteja relacionada à defesa das plantas, e os torna candidatos potenciais para aplicações na Agropecuária. Além disso, tendo em consideração a importância do Agronegócio na economia brasileira, assim como o uso excessivo de agrotóxicos prejudiciais para a saúde humana e o meio ambiente, que o mesmo utiliza, estudar esta classe de moléculas torna-se extremamente promissor. Neste projeto, em uma primeira fase, realizaremos a prospecção, identificação, isolamento e caracterização de ciclotídeos em espécies brasileiras da família Violaceae, para tanto serão empregadas técnicas cromatográficas avançadas (MPLC-DAD, HPLC-DAD, UHPLC-DAD-MS) e de caracterização (ressonância magnética nuclear mono e bidimensional, espectrometria de massas MALDITOF/TOF, LC-ESI-MS/MS e análise de aminoácido). Em uma segunda etapa, será realizada a Síntese Peptídica em Fase Sólida (SPFS) dos ciclotídeos naturais obtidos, empregando a metodologia Fmoc/tBu, assim como o redesign dos mesmos com o intuito de potencializar a atividade inseticida frente a pragas agrícolas de interesse comercial e diminuir sua toxicidade (ensaios in vitro de citotoxicidade). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)