Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação taxonômica e funcional da comunidade microbiana envolvida na ciclagem do metano em solos da Amazônia Brasileira

Processo: 19/25931-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Convênio/Acordo: NSF - Dimensions of Biodiversity e BIOTA
Pesquisador responsável:Tsai Siu Mui
Beneficiário:Andressa Monteiro Venturini
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50320-4 - Dimensões US-BIOTA - São Paulo: pesquisa colaborativa: integrando as dimensões da biodiversidade microbiana ao longo de áreas de alteração do uso da terra em florestas tropicais, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Microbiologia do solo   Ecologia microbiana   Uso do solo   Mudança climática   Ciclos biogeoquímicos

Resumo

Esta proposta, integrada ao projeto colaborativo "Dimensões US-Biota-São Paulo: Integrando as dimensões da biodiversidade microbiana ao longo da mudança de uso da terra em florestas tropicais", tem como objetivo estudar as bactérias e arquéias envolvidas no consumo e emissão de metano em solos sob diferentes usos da terra na Amazônia Brasileira em comparação com a floresta natural. Iremos investigar diversas capacidades metabólicas por meio da modelagem in silico e da integração funcional de dados ômicos. A avaliação das frações funcionais das comunidades será mediada pela análise da marcação com isótopos estáveis (Stable Isotope Probing - SIP) e também pelo isolamento de organismos envolvidos no ciclo do metano. Com base em ambos os recursos, o DNA marcado e os isolados servirão para a reconstrução metabólica, gerando um conjunto de dados inovador sobre os genes ativos presentes em solos sob diferentes usos. A integração desses dados com outras dimensões da biodiversidade na Amazônia pode levar a um modelo, cujo potencial preditivo será validado contra um conjunto de taxas de crescimento determinadas experimentalmente e dados fenotípicos. Além disso, a integração de evidências a partir de dados proteômicos, fenômicos, fisiológicos e de modelagem metabólica nos permitirá revelar possíveis interferências das alterações dependentes de metano na expressão gênica na rede metabólica geral do ciclo do metano. Este estudo trará uma plataforma valiosa para futuras pesquisas sobre os estados funcionais microbianos para os processos de consumo e emissão de metano. (AU)