Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação das propriedades mecânicas de arcabouços magnéticos a base de polissacarídeos

Processo: 20/01907-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Denise Freitas Siqueira Petri
Beneficiário:Alex Carvalho Alavarse
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/13492-2 - Arcabouços sintéticos e naturais aplicados à medicina regenerativa, AP.TEM
Assunto(s):Macromolécula   Propriedades mecânicas   Polissacarídeos   Materiais magnéticos   Biomateriais   Nanopartículas de magnetita   Diferenciação celular   Proliferação celular   Microscopia de força atômica

Resumo

Neste projeto, serão criados materiais magnéticos através da síntese in situ de nanopartículas de magnetita, usando matrizes de polissacarídeos (alginato, xantana e quitosana) ou através da incorporação de nanopartículas magnéticas produzidas ex situ em matrizes dos polissacarídeos. As propriedades mecânicas dos arcabouços magnéticos serão avaliadas em função da concentração de nanopartículas magnéticas, força iônica do meio e da densidade de carga dos hidrogéis, na ausência e presença de imãs posicionados sob os arcabouços. A determinação quantitativa do módulo de elasticidade dos arcabouços será realizada em escala nanométrica através de medidas de força no modo contato em um microscópio de força atômica (AFM), na ausência e presença de campo magnético externo. As propriedades mecânicas serão correlacionadas com proliferação e diferenciação de células neuronais. As propriedades de adesão entre células e microesferas recobertas com biomateriais (colloidal probe) serão avaliadas por medidas de força no AFM. (AU)