Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação estrutural da ativação da SUMOlação no parasita da malária humana Plasmodium Falciparum

Processo: 19/26771-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 10 de junho de 2020
Vigência (Término): 09 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Carsten Wrenger
Beneficiário:Daffiny Sumam de Oliveira
Supervisor no Exterior: Christian Jochen Betzel
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universität Hamburg (UHH), Alemanha  
Vinculado à bolsa:18/10150-3 - Observação e análise da SUMOlação das proteínas do Plasmodium falciparum durante estresse oxidativo, BP.IC
Assunto(s):Sumô   Malária

Resumo

As modificações pós-traducionais de proteínas pela ubiquitina (Ub) e ubiquitin-like modifiers (Ubls) serve como um mecanismo regulatório essencial para processos celulares fundamentais, como progressão do ciclo celular, reparo de danos ao DNA, transporte núcleo citoplasmático, transcrição e remodelação da cromatina. A modificação de proteínas por small ubiquitin-like modifiers (SUMOs) é mediada pela conjugação dos respectivos Ub / Ubls para direcionar proteínas, através das interações sequenciais e atividades de cascatas paralelas de enzimas que estão estrutural e mecanicamente relacionadas. As enzimas E1 iniciam cascatas de conjugação SUMO catalisando a ativação dependente de adenosina trifosfato (ATP) e transferindo a SUMO para sítio de conjugação cognato da enzima E2, que então funciona com uma matriz de ligases E3 para catalisar a formação de uma ligação isopeptídica na qual a SUMO se liga às proteínas alvo. A SUMO E1 é um heterodímero modular de múltiplos domínios de ~ 110 kDa, composto pelas subunidades 1 da enzima de ativação da SUMO (Sae1) e 2 (Sae2) que abrigam duas atividades catalíticas necessárias para a ativação do SUMO. Dentro desta proposta, gostaríamos de esclarecer o processo de ativação da SUMO do parasita da malária humana Plasmodium falciparum por análise estrutural.