Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes LTE comunitárias no Brasil: modelamento, implantação e manutenção sustentáveis com base em novos paradigmas de redes

Processo: 19/25766-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Telecomunicações
Convênio/Acordo: MCTI/MC
Pesquisador responsável:Christian Rodolfo Esteve Rothenberg
Beneficiário:Raphael Vicente Rosa
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/23101-0 - Redes LTE comunitárias no Brasil: modelamento, implantação e manutenção sustentáveis com base em novos paradigmas de redes, AP.R
Assunto(s):Redes de computadores   Redes definidas por software   Redes sem fio comunitárias   Virtualização das funções da rede (NFV)

Resumo

Em relatório publicado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) em 2018, em termos de acesso à Internet por banda larga no Brasil, há uma ampla desigualdade entre as classes econômicas A/B (maior) e D/E (menor), fato evidenciado nas análises entre as áreas urbanas e rural. Além de evidenciar que cerca de 34% dos brasileiros ainda não possuem acesso à Internet, o relatório também explica que o acesso à Internet é um catalisador de desenvolvimento social, econômico e tecnológico: fato consagrado em diversas pesquisas internacionais e enfatizado pela organização Internet Society. Redes sem fio comunitárias têm se tornado um meio sustentável de promover meios acessíveis de conexão à Internet, tanto em áreas rurais remotas quanto em regiões urbanas densas. Em sua ampla maioria, redes sem fio comunitárias adotam a tecnologia wifi, no entanto apenas recentemente, devido ao desenvolvimento de tecnologias de código livre e de baixo custo, o padrão Long-Term Evolution (LTE) começou a ser explorado para estes fins. Logo, não há conhecimento na literatura acadêmica de estudos que busquem utilizar e melhorar o padrão LTE aplicado a redes sem fio comunitárias. Nesse escopo, esta proposta busca trazer conceitos inovadores de novos paradigmas de redes, Redes Definidas por Software (Software Defined Networks - SDN) e Virtualização de Funções de Rede (Network Functions Virtualization - NFV), para o desenvolvimento de redes LTE comunitárias. Por meio de uma metodologia ágil de testes, conceitos de SDN e NFV serão aplicados no desenvolvimento de mecanismos que realizem o gerenciamento inteligente de recursos de redes LTE comunitárias visando desempenho eficiente e tolerância a falhas robusta, i.e., a sustentabilidade da rede. Todos estes estudos serão feitos tendo por base um levantamento de características de redes sem fio comunitárias em operação no Brasil proposto para o início do projeto. Ao final, a execução desta proposta irá produzir um material didático elucidando as formas de modelamento, implantação, e manutenção sustentável de uma rede LTE comunitária nos moldes dos estudos realizados por esta proposta (i.e., com todos os dados, avaliações, metodologias, e protótipos). Este material será utilizado como base de uma proposta de implantação de uma rede LTE comunitária no Brasil junto ao programa "Beyond the Net" da Internet Society. (AU)