Busca avançada
Ano de início
Entree

Caminhos da imigração: os sobrenomes que contam histórias

Processo: 19/20331-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Histórica
Pesquisador responsável:Mário Eduardo Viaro
Beneficiário:Letícia Santos Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Onomástica   Linguística cognitiva   Antroponímia   Léxico   Etimologia   Imigração   Portugueses   Século XIX

Resumo

A Onomástica é, por definição, a Ciência Linguística que se dedica ao estudo dos nomes próprios, considerando suas origens, processos de formação, organização no léxico das línguas e em sociedade. Este estudo, embasado pelos princípios teóricos da Linguística Cognitiva, volta-se para a Antroponímia - vertente que se ocupa dos nomes de pessoas -, em específico, para os sobrenomes que, na tradição portuguesa, são os elementos posteriores ao(s) prenome(s) e que, unido a este(s), compõem o ortônimo - nome civil completo, obrigatório por lei. A partir da reflexão acerca do grande fluxo imigratório observado no Brasil desde a abertura dos portos, em 1808, mas com muito mais intensidade a partir de 1850 (com auge em 1880), busca-se analisar os sobrenomes dos portugueses - segundo maior grupo de imigrantes no Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - que se registraram na Hospedaria de Imigrantes do Brás (maior hospedaria de imigrantes do Brasil, posteriormente conhecida como "Hospedaria de Imigrantes de São Paulo") nos primeiros anos de sua atuação - entre 1887 e 1890 -, a fim de melhor conhecer as influências decorrentes desse processo e como se constitui parte do quadro onomástico brasileiro. O corpus é composto: a) pelos registros de matrícula, preenchidos pelos imigrantes que, à época, procuraram a Hospedaria, disponibilizados pelo Museu da Imigração (também em plataforma digital); e b) pela análise de corpora diversos, como lista de aprovados em vestibulares, concursos públicos etc., todos em domínio público e posteriores aos anos 2000. O resultado dessas análises será reunido no intuito de compor um dicionário dos sobrenomes portugueses em uso no Brasil, perpassando, portanto, conceitos do léxico, da Etimologia, da Filologia e da Linguística Histórica. (AU)