Busca avançada
Ano de início
Entree

Tsukuyalu Iaiacapíri (papo de grávida): Corporalidade e relações de gênero a partir do parto Mehinako

Processo: 19/26364-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Pesquisador responsável:Marina Vanzolini Figueiredo
Beneficiário:Aline de Paula Regitano
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

A presente proposta tem por objetivo documentar como as pessoas Mehinako compreendem e experienciam o parto e demais processos reprodutivos, acompanhando a trajetória de gestantes e puérperas na intersecção entre as aldeias e cidades. Pretende-se analisar conceitos locais como o manapíri (corpo), investigando como ele se constitui e se manifesta, e examinando as ideias Mehinako sobre humanidade e produção de pessoa. Objetiva-se verificar as facetas predatórias da relação entre mãe e filha(o), averiguando de que modo as mulheres produzem alteridade. Busca-se explorar a constituição das relações de parentesco e de gênero através de suas implicações sobre a gestação, parto e pós-parto. Espera-se oferecer subsídios para refletir criticamente sobre relações de gênero na Amazônia, além de contribuir para o debate de corporalidade e processos reprodutivos entre povos indígenas.