Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso da levedura Saccharomyces cerevisiae PE-2 para a produção de D-ácido lático

Processo: 20/02434-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Nelson Ramos Stradiotto
Beneficiário:Dandara Porto Pedreira
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa em Bioenergia (IPBEN). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/22401-8 - Fruto-refinaria: processos de obtenção, métodos de caracterização e geração de produtos oriundos de resíduos da fruticultura, AP.TEM
Assunto(s):Biorrefinarias   Leveduras   Engenharia genética   Engenharia metabólica   Saccharomyces cerevisiae   Ácido láctico   Fermentação   Resíduos orgânicos   Materiais lignocelulósicos   Fruticultura

Resumo

Polímeros de ácido lático biodegradáveis representam excelentes candidatos para substituição de plásticos derivados do petróleo. Este projeto visa a obtenção de D-ácido lático por Saccharomyces cerevisiae via fermentação de resíduos derivados da indústria da fruticultura. Para esse propósito, S. cerevisiae será geneticamente engenheirado para produção de D-ácido lático pela introdução de genes heterólogos bacteriais e pela eliminação de rotas metabólicas competidoras. Através da Engenharia Evolutiva, S. cerevisiae será adaptado para expressar alta tolerância a pH ácido (pH baixo) e hidrolisados lignocelulósicos. A Engenharia Genética, a engenharia adaptativa em laboratório, mais a otimização/escalonamento dos parâmetros de fermentação, em combinação, permitirão a obtenção a baixos custos de ácido lático derivado de resíduos tratados da indústria de processamento de frutas. (AU)