Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de materiais nanoporosos altamente seletivos para identificação de metabólito do herbicida diuron

Processo: 20/01493-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Del Pilar Taboada Sotomayor
Beneficiário:Thiago Lima Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Química ambiental   Materiais biomiméticos   Polímeros (materiais)   Herbicidas   Métodos de análise   Cromatografia líquida de alta eficiência   Cromatografia em camada delgada   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

Este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de um método analítico que tem como fundamento sistemas biomiméticos que realizarão a determinação de 3,4-dicloroanilina, metabólito do herbicida Diuron, em águas de rios. O sistema biomimético se dará pela síntese de Polímero Impressos Molecularmente, também conhecidos como MIP (Moleculary Imprinted Polymers). O método utilizado será o de precipitação, e em seguida, após o processo de lavagem, serão realizados testes iniciais com o material polimérico em soluções que contêm propositalmente o analito em diferentes concentrações para analisar sua eficiência inicialmente. Seguidamente, será feita a verificação da sua morfologia pela Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e a Cromatografia Liquida de Alta Eficiência (HPLC) será a técnica usada para quantificação mais específica do analito em estudos de adsorção de desempenho do material. Seguindo isso, serão usadas amostras ambientais, mais especificamente, amostras de rios, que servirão para analisar efetivamente a real seletividade do material. Posteriormente, o material sintetizado, melhorado, caracterizado e analisado, será utilizado na construção de placas em Cromatografia em Camada Delgada (CCD), avaliando-se diversos suportes bem como diversas técnicas de depósito do material em tais suportes, com o intuito de averiguar a separação do analito de interesse partindo-se de uma amostra complexa, como são as de águas de rios.