Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de fatores de transcrição por linfócitos de pacientes com carcinoma espinocelular

Processo: 20/00214-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Paula Campanelli
Beneficiário:Rebeca Mamede da Silva Alves
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias   Carcinoma de células escamosas   Microambiente tumoral   Linfócitos   Transformação celular neoplásica

Resumo

A inflamação é um componente do microambiente tumoral e desempenha papel crucial na tumorigênese. Embora evidências sugiram que a inflamação possa induzir o desenvolvimento tumoral, a associação ainda carece de comprovação científica. Inúmeros aspectos ainda precisam ser abordados como, por exemplo, a definição de quais componentes celulares e moleculares são comuns a todas as respostas inflamatórias promotoras de neoplasias e quais são específicos para determinados tecidos e tipos de tumores. Durante o processo inflamatório relacionado ao câncer, diversas vias moleculares e celulares são ativadas, incluindo a participação de leucócitos, dentre os quais linfócitos parecem importantes como os estudos demonstram. Linfócitos T CD4+ apresentam alta plasticidade funcional e durante o desenvolvimento tumoral podem mudar de fenótipo, e esta plasticidade pode ter papel importante na modulação do microambiente tumoral. Dados indicam que as populações de linfócitos TH1 e TH17 desempenham papel central no controle da vigilância tumoral. Modelos experimentais com diferentes tipos de tumores mostram que a polarização para um perfil de resposta TH1 está associada com resolução do câncer, enquanto a polarização para TH2 está associada com progressão tumoral. Além disso, dados indicam que as células TH17 podem promover o desenvolvimento de diferentes neoplasias. Desta forma, o objetivo desta pesquisa é analisar a expressão dos fatores de transcrição T-bet, GATA3 e RORyT, pois sabe-se que esses fatores determinam o fenótipo das populações de linfócitos TH.