Busca avançada
Ano de início
Entree

Memórias do apagamento: as primeiras favelas paulistanas na modernização da cidade (1940 - 1960)

Processo: 19/26991-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Ana Claudia Scaglione Veiga de Castro
Beneficiário:Júlia Flock
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da arquitetura   História urbana   Historiografia   Favelas   Modernização   Mapeamento geográfico   Bibliografias   Pesquisa bibliográfica   São Paulo (SP)

Resumo

Este projeto de pesquisa pretende fazer um levantamento dos primeiros núcleos de favelas que começam a aparecer na cidade de São Paulo a partir dos anos 1940, até o final da década de 1960, momento em que passam a fazer parte da paisagem urbana paulistana de maneira incontornável. Por meio de menções esparsas na bibliografia - pois a maioria dos estudos tende a associar as favelas com a década de 1970-; dos relatórios de assistentes sociais do Município de São Paulo; de documentos produzidos pelo Movimento Universitário de Desfavelamento (MUD) ligado à Universidade de São Paulo; bem como por um levantamento cartográfico que permita indicar suas localizações na cidade; auxiliado ainda pela pesquisa em jornais de época; pretende-se mapear o surgimento e o desaparecimento - ou a consolidação - das primeiras favelas de São Paulo, de forma a relacionar esse fenômeno com o processo de modernização, ao mesmo tempo contribuindo para historicizar outras formas de leitura da construção metrópole paulistana.