Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um bioagente encapsulado com polímeros produzidos a partir de bagaço de cana-de-açúcar para aplicação na agricultura

Processo: 19/05159-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Luiz Henrique Capparelli Mattoso
Beneficiário:Camila Florencio Pereira Lopes
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/10636-8 - Da fábrica celular à biorrefinaria integrada Biodiesel-Bioetanol: uma abordagem sistêmica aplicada a problemas complexos em micro e macroescalas, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Polímeros   Bagaço de cana-de-açúcar   Carboximetilcelulose sódica   Nanocelulose   Agentes de controle biológico   Lignina   Trichoderma   Biodegradação ambiental   Espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

A demanda por novos materiais que sejam provenientes de fontes renováveis, potencialmente biodegradáveis e ambientalmente corretos tem aumentado buscando-se a substituição de derivados do petróleo, visto que a globalização e a industrialização se tornam cada vez maiores. Alinhado a isso, propõe-se, com este trabalho, o desenvolvimento de uma formulação polimérica para o encapsulamento de um agente de controle biológico - utilizando carboximetilcelulose (CMC) e nanocelulose, oriundas de resíduo agroindustrial gerado no beneficiamento da cana-de-açúcar (bagaço de cana). A partir da lignina residual subutilizada do isolamento da celulose para a produção de CMC será produzido um fertilizante nitrogenado de liberação lenta. Além disso, a lignina nitrogenada poderá ser utilizada como fonte de nitrogênio para o desenvolvimento do fungo. Vislumbrando aplicações com ações fitopatogênicas, o grânulo irá revestir conídios da linhagem Trichoderma sp. com o intuito de aumentar a viabilidade do microrganismo e a eficiência do processo na aplicação em campo, visto que existe uma grande demanda por formulações que permitam a expansão e o uso dos biopesticidas na agricultura convencional. Os materiais serão extensivamente caracterizados no tocante as propriedades morfológicas e estruturais, análises como de viscosidade, espectroscopia no infravermelho (FTIR), microscopia (MEV), termogravimétrica, entre outras serão utilizadas durante a caracterização dos materiais. Enfoque especial será dado ao estudo de biodegradabilidade da formulação polimérica e viabilidade quanto ao tempo de estocagem do Trichoderma encapsulado. (AU)