Busca avançada
Ano de início
Entree

Consórcio com leguminosa proporciona maior teor de nitrogênio da forrageira?

Processo: 19/24900-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Edemar Moro
Beneficiário:Mateus Henrique Cozer Cavalcante
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Agrossilvicultura   Produção vegetal   Sistemas de produção   Pastagens   Capim braquiarão   Soja   Caupi   Delineamento experimental   Análise de variância   Teste de Tukey

Resumo

A renovação de pastagens cresce a cada dia no Brasil, especialmente quando o sistema de produção é a integração lavoura-pecuária. A adoção deste sistema é importante para recuperação de pastagens degradadas, sobretudo em regiões com solos arenosos. O grande desafio neste ambiente é a aumentar a produtividade das forrageiras, especialmente no período de inverno, quando não há eficiência da adubação nitrogenada. Para que isso aconteça, o aporte de nitrogênio no sistema é fundamental. Mediante a inviabilidade de aplicação e N mineral no período seco, o aporte via fixação biológica de nitrogênio (FBN) poderá ser uma alternativa promissora. Portanto, o objetivo do trabalho será avaliar se durante o cultivo consorciado de leguminosas com gramíneas ocorrerá à transferência de N entre as espécies. O delineamento experimental será inteiramente casualizado em fatorial 3x2, com 4 repetições. Os tratamentos serão constituídos por cultivo de Brachiaria brizantha cv. Paiaguás (solteira, consorciada com feijão caupi e consorciada com soja) combinados com dois níveis de fósforo (P) no solo (75 e 150 mg dm-3). Serão realizadas as seguintes avaliações: análise de trocas gasosas, atividade da enzima redutase do nitrato, medidas biométricas na braquiária (número de perfilhos, matéria seca da parte aérea e radicular e relação colmo folha), medidas biométricas na soja e feijão-caupi (matéria seca da parte aérea e radicular, número e massa seca de nódulos), teor de nitrogênio e fósforo na parte aérea da braquiária, análise bromatológica da braquiária, matéria seca da braquiária após o rebrote. Os resultados serão analisados por meio de análise de variância (ANOVA, p<0,05). A média dos valores será comparada pelo teste de Tukey e por meio do teste de correlação de Pearson (p d 0,05). (AU)