Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise tridimensional em moldagem digital: há precisão em sistemas laboratoriais?

Processo: 19/22509-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Francisco de Assis Mollo Júnior
Beneficiário:Grazielle Franco Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais dentários   Implantes dentários   Prótese dentária   Impressão tridimensional   Scanner   Técnicas de laboratório clínico   Análise de variância   Teste de Tukey

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar tridimensionalmente a precisão de scanners de laboratório em reabilitações protéticas sobre implantes. Inicialmente, um modelo anatômico metálico de maxila desdentada com quatro implantes, simulando o sistema All-on-four, será escaneado com um scanner de contato (MDX-40, Roland) e será utilizado como imagem controle para posterior comparação com outros scanners odontológicos. Três scanners de laboratório, com tecnologia de luz estruturada e um com tecnologia LED azul multilínea serão utilizados para a digitalização do modelo mestre, assim como, para futura sobreposição das imagens e comparação do posicionamento em 3D dos análogos em relação à posição dos implantes no modelo mestre. Serão realizados dez escaneamentos do modelo mestre para cada scanner, sendo que as imagens obtidas em formato STL serão exportadas para o programa Bio-CAD para avaliação e comparação da precisão entre os scanners de laboratório. A análise da sobreposição das imagens será guiada pela pirâmide presente no modelo mestre, o que permitirá avaliar a diferença na posição dos análogos em 3D nos eixos X, Y e Z. Os valores médios dos desvios (¼m) da posição do modelo mestre em relação a posição das imagens dos diferentes scanners nos componentes em três eixos, x, y e z, serão submetidos ao teste paramétrico de análise de variância a um fator (ANOVA) complementado pelo teste de Tukey, com nível de significância de 5%. (AU)