Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e avaliação de formulações fotoprotetoras de amplo espectro: propriedades físico-químicas, físico-mecânicas, segurança e eficácia clínica

Processo: 19/26836-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Beneficiário:Vitória Tonini Porto Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cosmetologia   Protetores solares   Propriedades físico-químicas   Resultado do tratamento

Resumo

A segurança e eficácia de um produto fotoprotetor não depende apenas da qualidade e quantidade dos filtros UV incorporados, mas também da interação destes com a formulação e da interação do produto acabado com a superfície e resposta biológica da pele. Assim, é fundamental a escolha adequada de todos os componentes da formulação, levando em consideração as propriedades intrínsecas das emulsões e a complexidade biológica da pele. Nesse contexto, o objetivo do presente estudo é desenvolver formulações fotoprotetoras com amplo espectro de proteção e avaliar os efeitos em longo prazo, da adição de antioxidantes na estabilidade, nas propriedades microscópicas e macroscópicas da formulação, na eficácia clínica fotoprotetora e segurança. O impacto da adição dos agentes antioxidantes nas formulações e na eficácia fotoprotetora será avaliado por técnicas in vitro e in vivo. Inicialmente, a estabilidade será avaliada por análise microestrutural e térmica, reologia e texturometria, enquanto a molhabilidade residual da superfície do filme será avaliada por medidas de ângulo de contato, de acordo com o modelo de Van Oss. Posteriormente, as formulações serão submetidas à avaliação da eficácia clínica fotoprotetora por técnicas de biofísica e análise de imagem da pele, visando avaliar como os produtos cosméticos interagem com a pele em condições reais de uso. No estudo clínico serão avaliados os efeitos das formulações nas características estruturais e morfológicas da epiderme e derme, qualidade e homogeneidade do filme fotoprotetor, função barreira, hidratação, microrrelevo, eritema, coloração e viscoelasticidade da pele e na ecogenicidade da derme. Além disso, serão avaliados a penetração dos filtros UV e distribuição desses em relação à microestrutura da pele, propriedades sensoriais e FPS das formulações. A espectroscopia confocal Raman também será aplicada in vivo para se determinar a penetração semi-quantitativa dos filtros UV, o perfil e extensão de penetração e o índice de hidratação. Por fim, técnicas in vitro e in vivo serão correlacionadas para desenvolver preditivos que auxiliem o protocolo de Pesquisa & Desenvolvimento de fotoprotetores e tragam conhecimento sobre os diferentes fenômenos físico-químicos envolvidos nesses sistemas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)