Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos da fotobiomodulação sobre o metabolismo mitocondrial de neurônios aferentes primários do gânglio da raiz dorsal em modelo de Neuropatia Diabética Periférica

Processo: 19/21158-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Marucia Chacur
Beneficiário:Willians Fernando Vieira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hipertermia induzida   Terapia a laser de baixa intensidade   Metabolismo   Neurônios aferentes   Gânglios espinais   Neuropatias diabéticas   Estresse oxidativo

Resumo

Cerca de 425 milhões de pessoas ao redor do mundo são portadoras de Diabetes e destas, aproximadamente 60% desenvolvem a Neuropatia Diabética Periférica (NDP), que é caracterizada por dor moderada a grave nos membros superiores e inferiores. Os sintomas dolorosos aparecem a partir de alterações metabólicas nos neurônios aferentes dos Gânglios da Raiz Dorsal (GRD) e nas células de Schwann dos nervos periféricos, levando à degeneração progressiva destes. Tais alterações metabólicas são caracterizadas por diminuição do consumo de oxigênio e da produção de adenosina trisfosfato (ATP), redução do potencial de membrana mitocondrial (MMP) e acúmulo de Espécies Reativas de Oxigênio (EROs), desencadeados por conta dos efeitos deletérios da hiperglicemia sobre o metabolismo mitocondrial. A sobrecarga metabólica e o estresse oxidativo causados pela hiperglicemia levam à alterações no padrão de expressão de genes e à perturbação de vias de sinalização ligados à atividade mitocondrial, como é o caso da peroxiredoxina 5 (PRDX5), glutaredoxina 5 (GLRX5), HIF-1A, FoxO (PI3-K, Akt, mTOR), PKCµ, PKA e AMPK. Apesar dos esforços em se fazer um diagnóstico precoce e interromper a progressão da NDP, ainda não há tratamento efetivo disponível em nível global, devido à não total compreensão da fisiopatologia da doença. Nesse contexto, a fotobiomodulação (PBMT) parece ser um recurso terapêutico interessante, uma vez que seu mecanismo de ação está fortemente associado à ativação de complexos mitocondriais. A PBMT compreende processos atérmicos mediados por cromóforos endógenos, os quais envolvem eventos fotofísicos e fotoquímicos em várias escalas biológicas. Esses processos resultam em efeitos terapêuticos, incluindo analgesia. Com base nessas informações, o objetivo do presente projeto é de investigar o efeito anti-hiperalgésico da PBMT (904nm) na NDP com foco no metabolismo mitocondrial dos neurônios aferentes do GRD. (AU)