Busca avançada
Ano de início
Entree

Transformação na formação do especialista em saúde pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo entre 1928 a 2008

Processo: 20/03670-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Maria Cristina da Costa Marques
Beneficiário:João de Oliveira Gusmão
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/10699-8 - Transformações na formação do especialista em saúde pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo entre 1928 a 2008, AP.R
Assunto(s):História   Educação em saúde

Resumo

INTRODUÇÃO:O Curso de Especialização em Saúde Pública, ministrado pela Faculdade deSaúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP), como é conhecido atualmente, temsuas raízes no ano 1928, quando iniciou-se Curso de Hygiene e Saúde Pública para médicossanitaristas. A partir de 1940 o curso deixou de ser ministrado exclusivamente para médicos,incluindo outros profissionais de saúde, nomeado em 1950, de Curso de Especialização emHigiene e Saúde Pública, garantido em 1963, aos seus integrantes o título de sanitarista. Entreos anos de 1980 e 1990 percebeu-se a extinção dos cursos direcionados à categoria médica,além da redução da oferta do referido curso, todavia o curso ainda é ministrado nos dias atuaise ao longo da sua pioneira história se consolidou como uma das mais exitosas atividades deensino, responsáveis pela formação de sanitaristas e/ou especialistas de saúde pública para atuarem todo o Brasil. OBJETIVO: Descrever e analisar as transformações da formação doespecialista em saúde pública pela FSP - USP entre 1928 a 2008. MÉTODO: Estudo histórico,de abordagem qualitativa e quantitativa, que utilizará fontes documentais de atividades deensino. Será criado um fundo documental atinente às atividades de ensino de 40 cursos/turmas.Será criado também um banco de dados digital, que permitirá acesso instantâneo aosdocumentos digitalizados do fundo físico. RESULTADOS ESPERADOS: Compreenderanaliticamente como o curso em questão foi gestado na década de 1920, implementado econduzido nas décadas seguintes, identificando rupturas, retrações e transformações no projetopolítico-pedagógico de formação de sanitaristas, sobretudo em consonância com a dinâmicasocial, política e econômica brasileira, ao longo de oitenta anos.